Instituto Lula vai divulgar palestras remuneradas do ex-presidente

Por Ricardo Galhardo , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Site da entidade só divulgava as atividades não remuneradas de Lula em respeito às empresas que pagam pela presença dele nos eventos; no entanto, informações são públicas

O Instituto Lula vai passar a divulgar em sua página na internet todas as atividades remuneradas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até hoje o instituto divulgou apenas as atividades não remuneradas de Lula.

Segundo a coordenadora de Comunicação do Instituto, Maria Inês Nassif, as palestras remuneradas não eram divulgadas no site por respeito às empresas que pagam pela presença do ex-presidente em seus eventos. A assessoria de Lula, no entanto, nunca se recusou a responder a demandas da imprensa sobre as palestras pagas de Lula.

Reforma política: Projeto vai a votação em abril sem apoio do PT e sob ceticismo de Lula

Eleições 2014: PT critica PSB de Campos, mas diz que adversário é Aécio

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula participou em dezembro de colóquio da fundação política alemã Friedrich Ebert sobre o papel do Brasil na nova ordem mundial

“Como se trata de palestras remuneradas, preferíamos deixar a decisão de divulgar ou não os eventos a cargo do contratante. Até porque estas atividades não tem nada a ver com o Instituto. Elas são de responsabilidade da empresa de palestras do ex-presidente”, disse Maria Inês.

Segundo fontes próximas ao ex-presidente, Lula chega a cobrar R$ 200 mil para participar como palestrante de eventos promovidos por empresas e entidades no Brasil e no exterior. As palestras foram suspensas por mais de um ano em função do tratamento feito pelo ex-presidente para se livrar de um câncer na laringe.

A decisão de divulgar a agenda de palestras remuneradas é uma reação da equipe de Lula à reportagem publicada pela “Folha de S.Paulo” informando que mais da metade das viagens internacionais de Lula foram pagas por empreiteiras. “Vamos responder com mais transparência ainda”, disse Maria Inês.

Leia também: Para 2014, Eduardo Campos mira na base de Aécio Neves

Lula: Candidatura de Campos seria 'risco' à aliança histórica PT e PSB

Segundo o Instituto Lula, não existe nada de ilegal ou moralmente constestável no fato de o ex-presidente promover empresas brasileiras no exterior. No PT e no círculo próximo de Lula, amigos e correligionários tem um discurso pronto de comparação com as atividades externas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Lula está promovendo o Brasil no exterior do mesmo jeito que fazia quando era presidente. Enquanto isso FHC prejudica a imagem do País falando mal da economia em eventos lá fora”, tem repetido os petistas.

Leia tudo sobre: lulaex-presidente

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas