Alckmin defende prévias ainda neste ano para PSDB

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, defendeu que candidato tucano à Presidência em 2014 seja escolhido ainda este ano

Agência Estado

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, defendeu nesta quarta-feira que o PSDB realize prévias para definir um nome para a disputa presidencial de 2014 ainda este ano. "Se tivermos mais de um pré-candidato, em vez de esperar a convenção em junho do ano que vem, (o PSDB) deve fazer a prévia este ano", afirmou. "Então, já começará 2014 com o candidato escolhido."

Alckmin disse ainda que a realização de prévias permite um maior debate e participação. "Quem ganhar tem mais legitimidade. E quem perder tem o dever moral de apoiar", completou ele, apoiando a posição do presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), que afirmou, na segunda-feira (18), que o partido não pode "esperar até a última hora" para definir quem enfrentará a presidente Dilma Rousseff (PT) nas urnas no próximo ano.

Questionado sobre sua avaliação com relação ao encontro que o PT promove nesta quarta em São Paulo para comemorar os dez anos do partido à frente do governo federal, Alckmin sorriu e respondeu: "Em festa de jacu, inhambu não pia."

Ao contrário do governador, integrantes do PSDB já se manifestaram sobre a festa do partido adversário. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou na terça-feira (19) a comemoração organizada pelo PT e disse que os petistas fazem "picuinha" ao criticar a gestão tucana no País (1995-2002).

Além disso, o senador tucano Aécio Neves (MG) deve discursar nesta quarta no plenário do Senado sobre "os 13 fracassos do PT", no mesmo dia em que os petistas realizam sua festa em São Paulo.

Leia tudo sobre: POLÍTICA

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas