Marina Silva nega criação de partido pensando em 2014

Por Wilson Lima - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-senadora afirma que a criação da sigla Rede visa encobrir um vácuo ético, social e de valores

Alan Sampaio / iG Brasília
Marina Silva: “Estamos disputando uma nova visão de mundo”

A ex-senadora Marina Silva negou que a nova legenda tenha como prioridade a disputa das eleições de 2014. Marina é apontada como uma possível presidenciável pelo partido Rede. Segundo Marina Silva a criação deste novo partido visa encobrir um vácuo ético, cultural, social e de valores. “Estamos disputando uma nova visão de mundo”, afirmou Marina Silva durante encontro de criação do partido Rede neste sábado (16), em Brasília.

Leia também:
Rede confirma sete parlamentares em sua bancada
Pregando ética na política, Marina Silva dá largada a novo partido neste sábado

Marina Silva criticou o que ela chamou de movimento em caráter mundial destituindo valores econômicos, sociais e políticos. Para ela, a humanidade vive “uma crise civilizatória que não é fácil de ser enfrentada”.

Leia tudo sobre: marina silvarede

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas