Após cirurgia cardíaca, Marco Aurélio Garcia deixa UTI e vai para o quarto

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Assessor especial de Dilma colocou pontes de safena e não deve deixar o hospital antes de uma semana

O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto de Cardiologia de Brasília e foi transferido para um quarto, de acordo com boletim médico divulgado na manhã desta sexta-feira (8).

Agência Brasil
Marco Aurélio Garcia, assessor especial para Assuntos Internacionais

Na última quarta-feira (6), ele foi submetido a uma cirurgia de revascularização para a colocação de quatro pontes, duas de safena e duas arteriais, depois que exames de rotina detectaram lesões obstrutivas em artérias importantes do coração.

Marco Aurélio Garcia deve permanecer no hospital por mais um período de cinco a sete dias. Ainda de acordo com o boletim médico, o paciente apresenta excelente recuperação e fez uma caminhada hoje pela manhã.

Após receber alta do instituto, ele deve retornar para uma nova avaliação em 15 dias, quando a equipe médica definirá a data de retorno do assessor ao trabalho.

O assessor especial tem 71 anos e está internado desde sábado após passar por uma bateria de exames. Garcia é uma das referências para a política externa, principalmente para a América Latina e África. Ele faz parte do governo desde o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na virada do ano, viajou para Cuba para obter informações sobre o estado de saúde do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Em entrevista a jornalistas no início de janeiro, ele rechaçou qualquer possibilidade de golpe no país e disse que a prorrogação do tempo de espera para a recuperação de Chávez não seria uma estratégia governista, mas um cumprimento da Constituição da Venezuela.

Com Agência Brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas