Dilma anuncia R$ 700 milhões à saúde e contra enchente em São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Presente da presidente é simbólico, já que investimentos são para obras já em andamento

Agência Estado

Agência Estado

Em solenidade de aniversário da cidade de São Paulo, ao lado do prefeito petista Fernando Haddad, a presidenta Dilma Rousseff anunciou um total R$ 700 milhões para a capital paulista que devem ser investidos em obras contra enchentes e em postos de atendimento médico. O anúncio ocorreu durante a entrega de apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida, em Itaquera e de ambulâncias para a cidade. O "presente" de Dilma é simbólico, pois Haddad se elegeu com a bandeira de ampliar parcerias e fazer com que programas e recursos federais chegassem à cidade.

Leia também: Lula parabeniza Haddad e São Paulo por aniversário

Conforme a presidenta Dilma, serão destinados R$ 637 milhões para obras de combate a enchente, sendo R$ 291 milhões para o piscinão no córrego do Aricanduva e R$ 271 milhões para outro piscinão no córrego Zavuvus, além de R$ 74 milhões para obras de retenção de encostas. "Eram coisas em andamento e nós conseguimos avançar um pouquinho", disse o secretário municipal do governo de São Paulo, Antonio Donato.

Futura Press
Dilma e o prefeito Fernando Haddad participam de uma cerimônia de entrega de 300 casas e de 84 ambulâncias para o SAMU

Também entram nesse lote de dinheiro novo para a cidade R$ 70 milhões para a criação de Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs). O ministro da Saúde Alexandre Padilha, considerado um dos possíveis candidatos do PT ao governo do Estado de São Paulo em 2014 anunciou que se reunirá no sábado (26) com representante da prefeitura para iniciar as discussões e colocar em prática um projeto prometido pela campanha de Haddad em 2012, que é a implantação da rede Hora Certa, que visa acabar com as filas no atendimento da rede municipal de saúde. "Esse é o primeiro passo da nossa parceria", disse Padilha.

Poder Online antecipou: Dilma pode anunciar bondades de última hora para São Paulo

A presidenta Dilma fez o anúncio durante a entrega, no bairro de Itaquera, na Zona Lesta de São Paulo, de 300 apartamentos financiados pelo Programa Minha casa Minha Vida, no valor de R$ 15,5 milhões, além de 84 ambulâncias do Samu para renovação de frota, no valor de R$ 10,3 milhões. Na ocasião a prefeitura fez a doação de terrenos para construção de um câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) na zona leste e para uma escola técnica na zona norte da cidade.

Brasil vai crescer

Durante o evento, a presidenta voltou a afirmar que a economia brasileira irá registrar expansão, mesmo contra a vontade daqueles que estão apostando o contrário. "Eu acredito muito que o Brasil vai crescer, e crescer muito, mesmo que tenha gente que fique pessimista, que fale que não irá crescer. Já está crescendo e cada vez mais irá crescer para garantir renda e emprego para a população", disse.

Parcerias entre SP e União

Pela manhã, na cerimônia de lançamento do projeto do Centro Paralímpico Brasileiro, ocorrida nesta sexta-feira no Palácio dos Bandeirantes, Dilma Rousseff e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), enalteceram a parceria entre os dois entes da federação. O bom relacionamento político é um fato de destaque, justamente porque seus partidos, PT e PSDB, começam a trocar rusgas em nível nacional em função do início não oficial da campanha presidencial de 2014.

Mais parcerias:  Alckmin e Haddad anunciam acordos para creches e transporte

O governador paulista destacou que esta era a terceira vez que a presidente Dilma o visitava no Palácio dos Bandeirantes, o que era sempre um motivo de alegria para ele. "Hoje celebramos mais uma grande parceria, de grande importância de natureza social. São Paulo é parceiro do Brasil. Conte conosco presidenta, parabéns.", afirmou Alckmin, no fim do seu discurso.

A presidenta Dilma retribuiu a gentileza logo no início dos cumprimentos das autoridades e se referiu ao tucano como "governador de São Paulo, parceiro do governo federal, Geraldo Alckmin." Em seguida, no decorrer de seu pronunciamento, Dilma mostrou-se interessada em avançar o trabalho conjunto com o governo paulista.

Futura Press
No Palácio Bandeirantes, Dilma anuncia construção de Centro de Treinamentos para atletas paralímpicos

Leia tudo sobre: Dima RousseffFernando HaddadGeraldo Alckminigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas