Sem dúvida, Serra ainda pode disputar a Presidência, diz tucano

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em entrevista ao iG, o vereador de São Paulo Andrea Matarazzo diz que o ex-governador é o mais preparado; ele vê risco de Haddad virar ‘subprefeito’ da capital por causa de Lula

O vereador de São Paulo Andrea Matarazzo (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, em entrevista ao iG, que o ex-governador José Serra ainda tem condições de ser candidato a presidente em 2014, embora o partido venha discutindo o nome do senador Aécio Neves (MG). “Serra é dos quadros no Brasil o político mais preparado hoje com atuação, não tenho a menor dúvida. Acho que o PSDB começou a discutir a questão da sucessão. Até o momento, o nome do Aécio Neves é o nome que foi colocado, mas sem dúvida nenhuma o Serra é um quadro com preparo e competência a administrativa que o PSDB obviamente o considera sempre”, afirmou Matarazzo.

Prefeitura de São Paulo: Lula usa Pato como exemplo negativo para gestão Haddad

Leia também: Cúpula tucana fecha com Aécio e tira poder de Serra

O tucano também criticou o fato de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “ter sentado na cadeira da Prefeitura de São Paulo” para dar diretrizes à gestão de Fenando Haddad em encontro ontem na capital. “O prefeito corre o risco de se transformar em subprefeito. Como ele mesmo disse, ele é um poste do Lula. Ontem, vimos o ex-presidente Lula sentar na cadeira da prefeitura e dar as determinações, os dez pontos que ele entende importantes. Isso não é bem adequado e ele deve repetir a mesma coisa com Dilma”, disse o vereador.

Matarazzo afirmou que, na Câmara Municipal, fará oposição “sem adjetivos” à gestão do petista. “Os eleitores do PSDB votaram contra o partido que ganhou e portanto pretendemos representar os nossos eleitores. E nosso trabalho é fiscalizar milimetricamente a gestão e fazer oposição contra tudo aquilo que entendermos que está errado”, afirmou.

Leia mais: Haddad diz que governo faz política de gestão, não de jeitinho

Roberto Freire: 'Se Serra quiser, PPS o receberá de braços abertos'

Para o tucano, não há possibilidade de Serra deixar o PSDB: “Acho uma bobagem porque o PSDB não abre mão do Serra. O Serra foi fundador do partido, um dos principais quadros e um dos principais formadores de opinião dentro do PSDB”. Ainda sobre a disputa em 2014, ele critica o PT no governo federal e defende que o PSDB tenha candidatos com boas chances de vitória para que haja alternância de poder “sob o risco de repetir erros por muitos anos”.

Já sobre a alternância de poder no governo de São Paulo, Estado que o PSDB governa há 18 anos, Matarazzo discordou: “Na alternância na repetição de erros, que não é o caso de São Paulo. Aqui não temos visto repetição de erros”.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas