STF mantém condenação de desembargador condenado por corrupção

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Decisão do ministro Gilmar Mendes manteve pena imposta a Paulo Theotonio Costa

Agência Estado

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de suspensão da condenação penal imposta ao desembargador afastado do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), Paulo Theotonio Costa, pelo crime de corrupção passiva. A condenação foi determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também decretou a perda do cargo do magistrado.

Gilmar Mendes, ao manter decisão anterior do Superior Tribunal de Justiça, entendeu que o condenado "não preenche os requisitos subjetivos para a substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos, em razão de sua elevada culpabilidade".


Leia tudo sobre: STFJudiciario

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas