Casa Civil prorroga prazo para apurar denúncias da operação Porto Seguro

Aumento do prazo para os trabalhos do grupo foi determinado por portaria publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Agência Estado |

Agência Estado

A Casa Civil prorrogou, por dez dias, o prazo para a conclusão dos trabalhos da Comissão de Sindicância Investigativa constituída para apurar eventuais irregularidades noticiadas por meio da operação Porto Seguro da Polícia Federal.

Saiba mais: 
Promotora pede afastamento de processo sobre empreendimento em ilha em SP
PF encerra inquérito sobre a Operação Porto Seguro

O aumento do prazo para os trabalhos do grupo foi determinado por portaria publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Leia também:
'Não fiquei surpreso', diz Lula sobre operação da PF que atingiu Rosemary

A comissão foi constituída em 24 de novembro e tinha o prazo de 30 dias para apurar as irregularidades apontadas pela operação que desmascarou um esquema, envolvendo servidores públicos, de venda de pareceres técnicos fraudulentos para beneficiar empresários.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG