Governadores de oito Estados fazem ‘visita de solidariedade’ a Lula em SP

Liderada por Cid Gomes (Ceará), encontro reúne políticos de diferentes partidos, inclusive o tucano Teotônio Vilela Filho (AL)

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

Governadores de oito Estados vieram a São Paulo nesta terça-feira para fazer uma ‘visita de solidariedade’ ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva . O encontro foi convocado pelo governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), em resposta aos ataques que Lula estaria sofrendo por parte do publicitário Marcos Valério, condenado no julgamento do mensalão. Valério, em novas declarações ao Ministério Público Federal, chegou a dizer que o dinheiro do esquema pagou despesas pessoais do ex-presidente.

Leia também:  Desagravo a Lula vira campanha para 2014

Em princípio, foram confirmadas as presenças de 11 políticos, mas depois foi feita a correção: Wilson Martins (PI), André Puccinelli (MS) e Omar Aziz (AM) não foram ao encontro.  

Leia mais: 'Se voltar a ser candidato, quero o voto dos empresários', diz Lula

Marqueteiro: Lula seria 'imbátivel' para o governo de São Paulo em 2014

Acusação: Valério diz que mensalão pagou despesas pessoais de Lula

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Governadores de oito Estados vêm a São Paulo para prestar solidariedade a Lula

“Viemos prestar nossa solidariedade por causa de uma onda que, penso eu, não faz jus ao respeito que o mundo e a grande maioria dos brasileiros tem por ele (Lula)”, disse Cid Gomes na sede do Instituto Lula. O encontro reuniu governadores de diferentes partidos (PP, PMDB, PSB, PSD), inclusive o tucano Teotônio Vilela Filho, governador de Alagoas.

Sérgio Cabral (PMDB), governador do Rio de Janeiro, disse que veio ao encontro para rever “o maior líder desse País”. “É o encontro de alegria para rever o maior líder desse País. O homem mais querido dessa Nação que fez tanto por todos nós brasileiros”, afirmou. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), chamou Valério de “irresponsável, criminoso e vigarista” e disse que as declarações dele contra o ex-presidente “colocam em risco a democracia deste País”.

Resposta: 'Não posso acreditar em mentira’, diz Lula sobre acusações de Valério

Também estiveram presentes Tião Viana (AC), Camilo Capiberibe (AP), Jaques Wagner (BA), Silval Barbosa (MT). Marcelo Déda (SE) não veio, pois se submete a um tratamento contra o câncer. E Tarso Genro (RS) não compareceu ao evento. Eduardo Campos, governador de Pernambuco, ligou para explicar sua ausência.

Na manhã de segunda-feira (17), Lula retornou ao trabalho comemorando o bicampeonato mundial do Corinthians. "Hoje todo corintiano que se preze tem mil motivos para estar feliz", disse a seus assessores. Após uma turnê de 18 dias viajando por África do Sul, Moçambique, Etiópia, Alemanha, Catar, França e Espanha, Lula participou de reuniões internas para fazer um balanço de suas viagens e discutir o planejamento das atividades do Instituto Lula em 2013.

    Leia tudo sobre: lulagovernadoresmarcos valério

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG