“Trabalho até o último dia”, diz ministro Raupp

Titular de Ciência e Tecnologia afirma que não está preocupado com a eventual perda da pasta para Gabriel Chalita (PMDB-SP), cotado para assumir o MCTi em 2013

Nivaldo Souza - iG Brasília |

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTi), Marco Antonio Raupp, afirmou ao iG nesta quinta-feira (6) que não está preocupado com uma eventual saída do ministério. A pasta é cobiçada pelo PMDB, que negocia a entrada do candidato derrotado nas eleições de São Paulo, Gabriel Chalita, como titular do MCTi em 2013. “O cargo é da presidenta Dilma”, disse.

A frase foi dita entre sorrisos, por um Raupp aparentemente tranquilo em relação a seu futuro. O ministro afirma que segue trabalhando sem grandes mudanças de agenda e rotina por conta da especulação sobre sua queda. “Eu sigo trabalhando até o último dia, como se nada estivesse acontecendo”, afirma.

Leia também: Chalita diz ‘confiar em Deus’ para ser ministro

Gaúcho, hoje com 75 anos, o matemático Raupp chegou ao ministério em janeiro deste ano, após a saída de Aloizio Mercante para Educação. A nomeação dele surpreendeu devido ao fato de não ter filiação partidária. Raupp, contudo, integrou a cota de ‘nomes técnicos’ que a presidenta Dilma Rousseff colocou em seu governo .

Antes de ocupar a pasta, ele havia sido nomeado por Dilma como presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia subordinada ao MCTi. O matemático foi indicado pela AEB pelo trabalho à frente da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência (SBPC), criada em 1940 para promover o pensamento científico brasileiro.

O desempenho à frente da AEB fez Mercadante brigar pela nomeação de Raupp ao posto de ministro. Ele venceu a disputa desbancando concorrentes políticos como a atual ministra Marta Suplicy (Cultura) e o deputado federal Newton Lima (PT-SP).

O posto de Raupp, agora, é assediado pelo PMDB de Chalita. O partido já pensa, inclusive, em turbinar o ministério atraindo fundos de financiamento à inovação de outras pastas .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG