Depoimento de Luís Inácio Adams provoca confusão no Senado

Ao abrir fala, advogado-geral da União é vaiado e presidente da comissão ameaça acionar Polícia do Senado para conter manifestações

iG São Paulo | - Atualizada às

O depoimento do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams , provocou confusão no Senado nesta quarta-feira, durante audiência conjunta das comissões de Constituição e Justiça, Infraestrutura e Fiscalização e Controle. Convidado a dar explicações sobre a Operação Porto Seguro da Polícia Federal, Adams foi vaiado por uma ala da plateia ao abrir sua fala, o que provocou reação do senador Eunício Oliveira (PMDB-PE), que presidia os trabalhos. 

Leia também: Adams nega saída e diz que ex-auxiliar não tinha poder de decisão

Diante das vaias, Eunício ameaçou chamar a Polícia do Senado caso os manifestantes não encerrassem o protesto. “Eu vou mandar evacuar, não é permitida a manifestação popular nesta comissão”, afirmou Eunício. "Se isso não acontecer, vou chamar a Polícia do Senado e mandar esvaziar a galeria", emendou. 

Irritado, Eunício passou então a palavra a Adams, cujo braço direito na AGU, José Weber Holanda, tornou-se um dos alvos da investigação da Polícia Federal sobre o esquema de venda de pareceres fraudulentos que operava dentro do governo federal. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG