Bicheiro estava internado desde o último domingo com náuseas e quadro de estresse; ontem, Cachoeira teve melhora significativa

O bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira , recebeu alta hospitalar às 8h30 desta sexta-feira (30), informou o Instituto de Neurologia de Goiânia. Cachoeira foi internado no último domingo (22), com um quadro agudo de diarreia e náuseas intensas.

Leia também: Cachoeira deixa o presídio da Papuda, em Brasília

Ao lado da mulher, Andressa Mendonça, Carlinhos Cachoeira deixou hospital em Goiânia nesta sexta
Futura Press
Ao lado da mulher, Andressa Mendonça, Carlinhos Cachoeira deixou hospital em Goiânia nesta sexta


Justiça Federal: Cachoeira é réu em nova ação e deve entregar o passaporte

Segundo os médicos do hospital, o caso de Cachoeira foi agravado pelo fato de ele ter perdido 18 kg durante os nove meses em que ficou preso. Ele também apresentava quadro de desidratação, taquicardia supraventricular e síncope (desmaio), além de reação de estresse e de depressão.

Na tarde de quinta-feira, Cachoeira apareceu na janela do hospital e acenou para a imprensa . Ontem, ele já havia apresentado melhora significativa, de acordo com o hospital. Para proteger o bicheiro de novos desgastes emocionais, os médicos e familiares chegaram a fazer um cordão de isolamento e as visitas eram controladas.

Cachoeira foi solto da penitenciária da Papuda , em Brasília, na semana passada. Ele foi alvo de duas operações da Polícia Federal por comandar um esquema de jogos ilegais, envolvendo servidores públicos e privados. Cachoeira foi condenado pela Justiça a cinco anos de prisão por fraudes no sistema de transporte público em Brasília, e ganhou o direito de responder em liverdade.

No mesmo dia de sua soltura, o Ministério Público (MP) enviou à Justiça Federal a segunda denúncia contra Cachoeira , que se tornou réu em nova ação relativa à exploração de jogos ilegais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.