Bruna Furlan promove tour pela Câmara e por pontos turísticos de Brasília

“Casa da Dilma” e a Catedral de Brasília estão entre os pontos mais pedidos, de acordo com a deputada, que posa para fotos com visitantes em plena sessão da Câmara

Luciana Lima - iG Brasília | - Atualizada às

A deputada Bruna Furlan (PSDB-SP), estreante na Câmara, tem dedicado parte dos seus dias para ciceronear grupos trazidos por ela à capital federal. Nesta semana, pelo menos dois grupos tiveram a deputada como guia em um passeio pelo plenário da Câmara e depois por pontos turísticos de Brasília.

Entre os pontos mais pedidos, de acordo com Bruna Furlan, estão a Catedral de Brasília, o Palácio da Alvorada, e até a “feirinha”. “Tem gente que quer ir para a feirinha, aí se todos concordarem, eles vão à feirinha”, informou sem especificar qual feira de preferência dos visitantes.

Leia também: Prefeito de Barueri ameaça deixar o PSDB

“Eles escolhem onde querem ir depois do almoço. Geralmente o lugar mais pedido é a Catedral. Mas eles adoram a casa da Dilma ( Palácio da Alvorada ). Tiram fotos lá da casa, sempre perguntam se eu encontro com a Dilma e se a gente vê o Lula aqui. São umas perguntas engraçadas”, disse a deputada nesta quarta-feira, enquanto guiava um grupo pelo “cafezinho” da Câmara, um salão privativo dos deputados, assessores e jornalistas que cobrem o Congresso.

A explicação passada pela deputada sobre a atividade parlamentar ao reunir o grupo no cafezinho também foi inusitada. “Os deputados, às vezes, estão lá ( no plenário ) tudo brigando, chegam aqui ( no cafezinho ) ficam tudo amigo. Aí eu falo: vocês não estavam brigando?”, questiona a deputada. “A briga ficou lá, aqui ele se entendem”, ensinou.

Durante o tempo em que a deputada permaneceu com o grupo no cafezinho da Câmara, ela também apontou aos visitantes o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), que almoçava no local. “Ali está um superfamoso, o deputado Miro Teixeira. Ele fala o que ele quiser, por isso que o pessoal chama ele ( sic ) de independente”, mostrou.

Pausa para fotos

iG Brasília
Bruna Furlan posa para fotos no plenário, enquanto recebe visitantes

Antes da explicação, Bruna posou para fotos no meio do plenário da Câmara com cada visitante. No momento, ocorria uma sessão presidida pelo deputado Inocêncio de Oliveira (PR-PE), ignorada pelo grupo. Os visitantes de quarta-feira eram vereadores de sua cidade, Barueri, no interior de São Paulo. “Na verdade tem só um vereador, os outros dois perderam a eleição”, comentou sobre o grupo.

“A deputada sempre traz as pessoas para visitar Brasília e essa foi uma oportunidade de conhecer. Ela convidou o vereador da minha cidade que me convidou”, disse uma das integrantes do grupo de aproximadamente 20 pessoas.

Na terça-feira, o grupo também somava 20 pessoas e, segundo a deputada, eram de professoras de uma escola pública de Barueri. No cafezinho da Câmara ela pediu café, serviu cada visitante e sentou no chão para conversar. “Agora a gente almoça junto e depois eles escolhem o que querem fazer. É sempre assim, eles chegam de manhã e vão embora à noite”, contou.

Poder Online:
Bruna Furlan abre mão de assessores de imprensa
Bruna Furlan, a musa sem batom explica seu voto

A deputada ressalvou que, na parte da tarde, ela não acompanha o grupo. “À tarde eu não fico, à tarde eu fico aqui ( na Câmara ), trabalhando nas votações e quem acompanha é o pessoal”, disse, referindo-se a seus assessores.

Com sorte, o tour da deputada Bruna Furlan pode encontrar com a atração principal na avaliação da própria parlamentar. “O que eles mais querem é ver o deputado Tiririca (PP-SP). Todos querem vê-lo”, informou. Segundo ela, somente um grupo conseguiu encontrar o deputado humorista. “Faz tempo. Outro grupo que eu trouxe encontrou o Tiririca. Aí ele foi simpático, tirou fotos”, disse.

O passeio também inclui passagens por gabinetes dos deputados ou senadores favoritos. Na terça-feira o grupo era formado de professores de uma escola pública de Barueri. “Eles ( os professores ) queriam falar também com o Cristovam Buarque ( senador do PDT defensor de causas ligadas à educação ). Eu levei os professores lá”, disse a deputada.

Cota

Além da condução dos visitantes pela Câmara e outros pontos de Brasília, a deputada oferece aos grupos publicações feitas com a verba destinada a cada parlamentar para o exercício do mandato. “É que a gente tem uma cota. Aí, quando eles vão embora, eu dou para eles publicações da Constituição Federal, Estatuto da Criança e do Adolescente. O Estatuto do Idoso eu entrego para eles também”, contou a deputada.

Bruna Furlan informou que os passeios não são frequentes e que não usa verba de gabinete ou de sua cota de passagens para custear as viagens dos grupos que costuma receber em Brasília. “Nem pensar, em hipótese nenhuma”, disse a deputada.

O Dia: Tiririca é indicado o melhor deputado do ano

Segundo ela, os convidados pagam a passagem do próprio bolso ou ela ajuda comprando passagens em promoções das empresas aéreas. “No caso dos vereadores e seus convidados, quem pagou foi ele ( o vereador ). Agora, um me pediu para ajudar uma liderança dele que não podia pagar e eu ajudei”, disse a deputada. “Mas a gente pega aqueles planos de passagens aéreas que ocorrem de madrugada”, minimizou a deputada.

“Eu fico muito feliz com essas visitas. Uma vez trouxe crianças que puderam conhecer o Plenário do Congresso, o Salão Verde. Assim eu pude contribuir para que elas gostem de política desde pequenas”, argumentou.

As crianças haviam participado de uma eleição na escola para os principais cargos da administração pública, de acordo com Bruna. “Tinha para presidente, vice, senador e deputada. A passagem da deputada fui eu que paguei”, contou.

    Leia tudo sobre: Bruna FurlanCongresso NacionalPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG