Gilberto Carvalho nega ter recebido ligações de Rosemary Noronha

Ministro nega informação de que ex-chefe de gabinete da Presidência em SP teria ligado no momento em que a Polícia Federal fazia busca em sua residência

iG São Paulo |

O ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, negou na manhã desta quarta-feira (28) que tenha recebido ligações de Rosemary Nóvoa de Noronha, investigada pela Polícia Federal (PF) na Operação Porto Seguro. Acusada de integrar um esquema de venda de pareceres em órgãos federais, Rosemary teria ligado para o ministro no momento em que a Polícia Federal iniciou as buscas em sua residência. 

Leia também: Comissão da Câmara aprova novo requerimento para ouvir Cardozo

Reação: 'Comissão está apurando', diz Gleisi sobre investigação da PF

Agência Brasil
Ministro da Secretaria-Geral da Presidência disse que cabe ao porta-voz da Presidência comentar o caso

"Ela não ligou para mim no dia da operação, não sei quem disse isso", afirmou Gilberto Carvalho, durante um encontro da organização da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Carvalho evitou responder à imprensa sobre as investigações da PF e disse apenas que "estava dispensado" de falar sobre o tema, uma vez que o porta-voz da Presidência é responsável pelo posicionamento do governo.

Rosemary Noronha é acusada de comandar um esquema de corrupção juntamente com José Weber de Holanda, adjunto da Advocacia Geral da União (AGU). Os dois integram uma lista de funcionários do governo demitidos após a divulgação das investigações.

Rosemary Noronha ocupava a chefia de gabinete da Presidência em São Paulo desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e era próxima do comando petista. 

*Com informações da Agência Estado 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG