Prestação de serviços no TST terá cota para negros

A partir desta semana, todos os contratos da Corte deverão reservar 5% de vagas para afrodescendentes

Agência Estado |

Agência Estado

A partir desta semana todos os contratos de prestação de serviços no Tribunal Superior do Trabalho (TST) deverão reservar 5% das vagas para afrodescendentes. Em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, o presidente do TST, João Oreste Dalazen, assinou um ato determinando que todos editais de licitação para a contratação de empresas de prestação de serviços continuados e terceirizados contenham essa cláusula.

Conforme Dalazen, a reserva de vagas se justifica já que pesquisas revelam que os afrodescendentes são excluídos de vários cenários sociais. De acordo com o presidente do TST, cabe ao Estado assegurar a essa parcela da população a efetivação da igualdade de oportunidades no mercado de trabalho, sobretudo no setor público.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG