Ayres Britto se reúne com parlamentares  e pede aumento para juízes

Senador Romero Jucá, relator da proposta do Orçamento de 2013, reiterou a posição do governo de não favorecer categorias de nenhum Poder

Agência Estado |

Agência Estado

A dois dias de deixar o cargo , o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, reuniu-se nesta quarta-feira com seu sucessor no cargo e relator do mensalão , ministro Joaquim Barbosa, líderes de partidos aliados do governo na Câmara e no Senado e presidentes dos tribunais superiores em um café da manhã.

Leia também:  Místico e poeta, Ayres Britto deixa STF na reta final do mensalão

Saiba mais: Britto diz que não se frustra em não proclamar sentença do mensalão

Agência STF
Presidente do STF se reúne com lideres de partidos


A conversa, de acordo com os participantes, teria ficado restrita ao pedido de aprovação, no Congresso, do reajuste nos salários do Judiciário.

Estavam presentes o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer; do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Oreste Dalazen, e um representante do Superior Tribunal Militar (STM).

Coube ao relator da proposta do Orçamento de 2013, senador Romero Jucá (PMDB-RR), reiterar a posição do governo de não favorecer categorias de nenhum Poder.

"Vamos analisar a proposta do ponto de vista do Orçamento e da política de pessoal como um todo", informou o senador, presente ao encontro.

O Judiciário pede reajuste de 54% para os servidores e de 28% para os magistrados. Jucá tem afirmado que as finanças do País no ano que vem "estão apertadas" e que o reajuste dos servidores públicos ficará restrito aos 5% prometidos pelo governo.

    Leia tudo sobre: supremo tribunal federalstfayres britto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG