Ministro da Secretaria-Geral da Presidência disse que presidenta ainda vai estudar o projeto e ressaltou que a questão é 'muito delicada'

Agência Brasil

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, reforçou hoje que o governo vai analisar "com calma" o projeto sobre a redistribuição dos royalties do petróleo aprovado no Congresso Nacional, por se tratar de “uma questão muito delicada”.

Gilberto Carvalho lembrou que Dilma já avisou que analisará exaustivamente a proposta
Agência Brasil
Gilberto Carvalho lembrou que Dilma já avisou que analisará exaustivamente a proposta

“A presidenta foi clara ontem. O governo, primeiro, vai ler com calma o projeto e depois a presidenta vai se pronunciar. É uma questão muito delicada e a presidenta se manifestou com toda a prudência”.

Leia mais:  
Rio estuda ir ao STF contra nova lei dos royalties
Cid ironiza Cabral e diz que Rio exagera em queixas sobre royalties

Ontem, a presidenta Dilma Rousseff disse irá avaliar o projeto de forma exaustiva e evitou adiantar qualquer posicionamento, dizendo que seria leviano falar antes de conhecer o texto.

O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados na última terça-feira (6) e agora segue para a análise da presidenta. Ela pode optar por vetar o texto de forma total ou parcial ou sancionar na íntegra.

O texto aprovado não era a proposta do Executivo. Deixou de fora a previsão de repasse de 100% dosroyalties dos poços de petróleo, que serão licitados, para a educação, como queria o governo.

A presidenta Dilma defendia também a manutenção dos atuais contratos de exploração do regime de concessão para preservar os ganhos dos Estados produtores, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.