TCU mira servidores que receberam pagamentos indevidos no Congresso

Tribunal analisa nesta tarde relatório sobre o assunto; Sarney diz que eventuais irregularidades serão 'corrigidas'

Agência Brasil |

Agência Brasil

Agência Brasil
Sarney disse considerar necessária a correção de irregularidades

O Tribunal de Contas da União (TCU) julga hoje (8), a partir das 14h30, relatório do ministro Raimundo Carreiro que trata da devolução de pagamentos indevidos feitos a servidores do Congresso. A informação é da assessoria de imprensa do tribunal.

Leia também: TCU quer reajuste de até 54% para servidores

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse que irregularidades eventualmente constatadas pelo tribunal “serão corrigidas”. Ele destacou que o TCU é um órgão fiscalizador dos atos do Congresso daí a importância de corrigir as irregularidades apontadas.

“Todas as irregularidades que ele achar que tem, chegando aqui, nós temos que cumprir e procurar corrigir”, disse o presidente do Senado. Sarney acrescentou que essas correções terão abrangência durante todo o período apontado pelo TCU de pagamentos indevidos a parte dos servidores do Congresso.

    Leia tudo sobre: TCUJosé SarneyCongresso Nacional

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG