Prefeito eleito de Fortaleza reclama de ‘silêncio’ de Luizianne sobre transição

Ainda sob efeito da derrota, depois de três dias de paradeiro desconhecido, atual prefeita ainda não sinalizou quando será o início das tratativas para a passagem de bastão

Daniel Aderaldo - iG Ceará |

Recém-eleito prefeito de Fortaleza, o deputado estadual Roberto Cláudio (PSB) ainda aguarda um “gesto” da prefeita Luizianne Lins (PT) para iniciar o processo de transição de governos e já contabiliza “prejuízos”.

Leia mais:  Com apoio de Cid e Ciro Gomes, Roberto Cláudio vence em Fortaleza

Especial: Veja cobertura completa das eleições 2012

Apoiado pelo governador Cid Gomes e por seu irmão, ex-ministro Ciro Gomes – ambos do PSB –, o socialista venceu o candidato do PT, Elmano de Freitas, depois de uma campanha acirrada que expôs o antagonismo local entre as legendas aliadas no plano nacional e na capital cearense há até quatro meses.

Ainda sob efeito da derrota, depois de três dias de paradeiro desconhecido, vestida de preto, com cabelo preso e visivelmente abatida, Luizianne se reuniu com o staff de seu governo na última quarta-feira no gabinete da Prefeitura, mas não falou com a imprensa nem sinalizou sobre o início das tratativas para a passagem de bastão.

Diante do silêncio, Cláudio convocou uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (1º) para reclamar da postura do outro lado. “Só há transição quando o outro lado se dispõe a iniciar formalmente o processo”.

Sem adiantar nomes da equipe que irá trabalhar durante os próximos dois meses, o socialista argumentou precisar conhecer “a estrutura administrativa e o que tem de ser mudado” para “buscar perfis de pessoas que vão ocupar as funções”.

“Nós já perdemos uma semana. Uma semana de prejuízo para a cidade”, criticou.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG