Desembargador Amaury Moura acata denúncia do Ministério Público sobre suposto envolvimento de Micarla de Sousa (PV) em esquema de fraudes na Saúde

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte afastou nesta quarta-feira (31) a prefeita Micarla de Souza (PV) do comando do Executivo de Natal. A decisão do desembargador Amaury Moura foi tomada na noite de ontem, mas publicada apenas nesta manhã. A prefeita será substituída pelo vice-prefeito, Paulinho Freire (PP), que foi eleito vereador no pleito municipal deste ano

Micarla de Sousa (PV) é afastada após decisão motivada por denúncia do Ministério Público Estadual
AE
Micarla de Sousa (PV) é afastada após decisão motivada por denúncia do Ministério Público Estadual

Leia também: Carlos Eduardo (PDT) é eleito prefeito de Natal

O processo corre em sigilo de Justiça e foi motivado por denúncia do Ministério Público Estadual (MPE). Em ação com pedido liminar, o Ministério Público denunciou o suposto envolvimento da prefeita em esquemas de fraudes em processos licitatórios da Secretaria Municipal de Saúde. 

O MPE pedia ainda o afastamento dos secretários Bosco Afonso (Semurb) e Jean Valério (Secopa), mas o pedido foi indeferido.

A ex-prefeita já foi notificada da decisão e ainda pode recorrer. O vice-prefeito Paulinho Freire (PP) deve assumir o cargo.

Uma pesquisa divulgada pelo Ibope em setembro deste ano mostrava a prefeita como a pior avaliada entre todos os chefes do Executivo de capitais brasileiras. De acordo com o levantamento, 92% dos entrevistados afirmaram que a gestão de Micarla era "ruim ou péssima".

*Com Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.