PT e PSDB têm destinos distintos na eleição municipal

Os tucanos perderam para os petistas em cidades importantes como São Paulo e o PSB surge como maior força política do País

Wilson Lima - iG Brasília |

Os partidos que polarizaram as últimas disputas presidenciais tiveram destinos completamente distintos após as eleições municipais de 2012. Enquanto o PSDB perdeu 12,5% das 692 prefeituras que conquistou em 2008, o PT é um dos os que mais cresceu (13,6%), entre os que disputaram as eleições naquele ano, passando a deter o comando de 634 prefeituras

Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Futura Press
Em uma das eleições mais importantes do país, Fernando Haddad (PT) é eleito o novo prefeito de São Paulo com 55.57% dos votos válidos

Leia mais:  Fernando Haddad vence José Serra e é eleito prefeito de São Paulo

Poder Online: Veja notas de bastidores sobre a corrida municipal

O PT sai da disputa fortalecido após conquistar cidades importantes como São Paulo; derrotado na disputa pela maior cidade do País, o PSDB conseguiu ao menos se estabelecer em cidades importantes do norte e nordeste do país. O DEM, do outro lado, consegue sobreviver ao conquistar Salvador, capital da Bahia e o PSB chega à condição de nova força política em todo o país.

O PMDB é o partido com o maior número de prefeituras em todo o país: 1026, mas a legenda encolheu 15% em comparação com as eleições de 2008.

O PSD, partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab , é a quarta maior força com 497 prefeituras. O DEM, partido que mais sofreu com a criação da legenda tem apenas o nono maior número de prefeituras, perdendo para partidos como PP e PSB.

Saiba mais: TSE avalia como preocupante alto índice de abstenção

Neste segundo turno, das 19 prefeituras que disputou, o PT levou oito. No entanto, o partido conseguiu retomar o controle de cidades importantes, como São Paulo, algo que não ocorria desde a gestão Marta Suplicy (2001 – 2005). No estado de São Paulo, o PT também venceu em Santo André e Mauá. No Rio, o partido conquistou a prefeitura de Niterói.

Rio Branco: PT chega ao terceiro mandato com Marcus Alexandre

João Pessoa: Petista Luciano Cartaxo é o novo prefeito de João Pessoa

Santo André: Carlos Grana (PT) é eleito prefeito na Grande São Paulo

O PSDB disputou 16 cidades neste segundo turno e venceu em nove delas. Se de um lado os tucanos perderam São Paulo, do outro, a conseguiram o controle de Manaus (AM), Belém (PA), Blumenal (SC), Pelotas (RS) e Teresina (PI). O PDT surpreendeu ao conquistar a prefeitura de Curitiba (PR) após 23 anos de domínio de legendas como PSDB e DEM e o PSB, partido de Eduardo Campos, conquistou três capitais Porto Velho (RO), Fortaleza (CE) e Cuiabá (MT), além de Campinas, em São Paulo. No final desta eleição, o partido terminou com 440 prefeituras. Um crescimento de 40% em comparação com as eleições de 2008.

O partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, terminou a eleição deste ano com 497 cidades e venceu na capital de Santa Catarina, Florianópolis, além de Londrina (PR) e Ribeirão Preto (SP). Dos partidos menores, surpresa para o PSOL. A legenda criada como dissidência do PT elegeu seus dois primeiros prefeitos: o primeiro de uma capital – Macapá (AP). Eles também disputaram a prefeitura de Belém.

Disputa em 2014: PT quer definir candidato ao governo de São Paulo até 2013

O professor da Ciência Política da Universidade de Brasília (UNB), Ricardo Caldas, afirmou que o resultado das urnas claramente mostra uma vitória da base governista em todo o país e que, especialmente em São Paulo, a derrota do PSDB em São Paulo deu um recado claro para o partido. “O PSDB deve entender o recado das urnas e se repensar como partido”, disse o professor.

Ainda segundo ele, um dos maiores vencedores é o PSB, que, na visão dele, se cacifa a ser um a legenda decisiva para as eleições de 2014. “O PSB agora tem duas opções: continuar na base governista ou adotar uma postura proeminente e seguir um caminho próprio”, afirmou Caldas.

Balanço partidos

Partidos  2008     2012
PMDB            1.201                          1.026
PSDB              791                             692
PT                   558                             634
PSD                  x                                497
PP                   551                             468
PSB                310                              440
PDT                352                              312
PTB                413                              295
DEM               496                              278
PR                  385                              274
PPS                129                             123
PV                   75                               97
PSC                57                               83
PRB                54                               78
PCdoB            41                               56
PMN               42                               42
PTdoB             8                                26
PRP               17                               24
PSL                15                               23
PTC                13                              19
PHS                 13                              17
PRTB              11                             16
PPL                  0                               12
PTN                 16                              12
PSDC               8                                9
PSOL               0                                2

    Leia tudo sobre: eleições2012segundo turnoptpsdbpmdbpsbpsdpppdtdemptb

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG