São Gonçalo: Neilton Mulim diz que vai priorizar assistência básica à saúde

Prefeito eleito também prometeu melhorar o saneamento básico na cidade

Agência Brasil |

Agência Brasil

No segundo maior colégio eleitoral do Rio de Janeiro, os 665 mil eleitores de São Gonçalo escolheram o deputado federal Neilton Mulim (PR) para prefeito da cidade, com 56,78% dos votos válidos, contra 43,22% de Adolfo Konder (PDT). Mulim declarou que o seu principal desafio é melhorar o atendimento na área de saúde.

Leia também: Neilton Mulim é o novo prefeito de São Gonçalo

André Mourão / Agência O Dia
Neilton Mulim, prefeito eleito de São Gonçalo

“Precisamos melhorar a saúde básica para ter reflexo positivo na saúde emergencial. O caos na saúde básica acabou também provocando um caos na saúde emergencial. Nós precismos aproveitar cada centavo, monitorar a distribuição de medicamento, contratar médicos especialistas, ampliar o programa saúde da família, criar um centro cirúrgico eletivo, um centro de diagnóstico por imagem, enfim, fazer ações voltadas para a política de saúde”, disse.

Para ele, a gestão pública não deve passar somente por infraestrutura e prometeu melhorar também o saneamento básico na cidade, onde cerca de 20% da população não é atendida. “É uma luta que nós vamos estar travando em torno da saúde preventiva. Você acaba provocando uma despesa aos cofres públicos em função da ausência do saneamento básico, é uma outra preocupação que a gente tem”, declarou.

Neilton Mulim é professor e foi vereador por três mandatos. Eleito deputado federal em 2006, se reelegeu em 2010. Entre os cargos públicos, foi secretário municipal de Desenvolvimento de São Gonçalo e secretário estadual da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro.

No primeiro turno, Mulim alcançou a segunda maior votação, com 116,7 mil votos, correspondente a 25,22% do total, enquanto Konder obteve 41,65%. A abstenção no primeiro turno foi 18,27% e na votação de hoje 22,09% dos eleitores não votaram. Os nulos somaram 6,44% e votos em branco 3,32%.

Confira o especial do iG sobre as eleições 2012

Durante a votação no município, 60 pessoas presas acusadas de crimes eleitorais, o maior número do estado, inclusive o vereador reeleito Cici Maldonado (PMDB), que fazia propaganda de boca de urna. Nove urnas eletrônicas precisaram ser substituídas.

São Gonçalo obteve a autonomia de Niterói em 1890 e foi elevado à categoria de cidade em 1922. O Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 9,6 bilhões é concentrado no setor de serviços.

Em nota, o candidato derrotado Adolfo Konder agradeceu aos eleitores pela confiança e pelo carinho em toda a campanha, disse ainda que vai continuar ao lado do povo de São Gonçalo e desejou boa sorte ao prefeito eleito.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG