Prefeito eleito em São Paulo afirmou que discutiu com presidenta a formação de grupos de trabalho para as áreas de educação, habitação, saúde e transporte público

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que foi até Brasília nesta segunda-feira (29) para se encontrar com a Dilma Rousseff , afirmou que, durante a conversa com a presidenta, foi discutida a criação de grupos de trabalho para elaborar parcerias entre o governo federal e o municipal para projetos nas áreas de educação, saúde, habitação e transporte público.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi ao MEC e se encontrou com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante
Alan Sampaio / iG Brasília
O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi ao MEC e se encontrou com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante


"Nós já conversamos com a presidenta Dilma sobre isso ( formação de parcerias ) e a partir da semana que vem, nós vamos montar grupos de trabalho", afirmou.

Saiba mais:  Fernando Haddad vence José Serra e é eleito prefeito de São Paulo

Fernando Haddad aproveitou a viagem para visitar o Ministério da Educação (MEC) e agradecer a equipe que trabalhou com ele durante sete anos, nos governos Lula e Dilma Rousseff. "Em grande medida, foi o reconhecimento do trabalho que vocês fizeram durante este tempo que ajudou a me eleger. Por isso, eu queria agradecer e dedicar a vocês essa vitória em São Paulo."

Haddad e a presidenta Dilma Rousseff falaram sobre parcerias entre o governo municipal e o federal
Agência Brasil
Haddad e a presidenta Dilma Rousseff falaram sobre parcerias entre o governo municipal e o federal

O ex-ministro afirmou que assim que soube do encontro protocolar que teria com a presidenta, pediu para ir ao MEC agradecer aos funcionários. Eleito na capital paulista com 55,57% dos votos , Haddad pediu que os presentes continuem lutando pela educação brasileira.

O petista pontuou como os maiores desafios em São Paulo na área da educação ampliar o atendimento da educação infantil e melhorar a qualidade do ensino fundamental. "É muito importante aproximar o governo federal do municipal. São Paulo tem que fazer parte do projeto de desenvolvimento do País e liderar a transformação de políticas públicas", disse.

Antes do pronunciamento de Haddad, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, elogiou o trabalho feito pelo seu antecessor à frente do ministério, por ter ajudado na inclusão de jovens na escola. Mercadante e Haddad, que está acompanhado de sua mulher, Ana Estela, almoçaram no MEC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.