Luciano Rezende é eleito prefeito de Vitória com 52,73% dos votos

Campanha do candidato do PPS ganhou força no final do primeiro turno e ultrapassou o até então favorito Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB)

iG Rio de Janeiro |

O candidato do PPS à Prefeitura de Vitória, Luciano Rezende, foi eleito neste domingo (28) com 52,73% dos votos. A vitória já era prevista pelas pesquisas de intenção de voto . O tucano Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB) obteve 47,27%. A capital do Espírito Santo registrou 2,53% de votos em branco, 4,01% de votos nulos e 21,38% de abstenções.

Veja a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Divulgação
O prefeito eleito de Vitória, Luciano Rezende (PPS)

Aos 50 anos, Luciano Rezende nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e foi para Vitória na infância. Formado em medicina, Luciano se especializou em medicina esportiva e atuou no Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e no Comitê Olímpico Internacional (COI) no combate ao uso de drogas no esporte.

Rezende foi eleito como vereador em Vitória, de 1995 a 2008, por quatro mandatos consecutivos. Ele também exerceu o posto de secretário nas pastas de Educação e Saúde quando Luiz Paulo Vellozo Lucas foi prefeito de Vitória.

A vitória sobre o ex-aliado rompe de vez os laços políticos e de amizade entre os dois, que já estavam fragilizados durante a campanha.

Entre as propostas de Luciano, estão garantir o ensino da cultura afrobrasileira e das culturas indígenas na rede municipal de educação e ampliar o efetivo da Guarda Municipal.

Apoio político

A candidatura de Rezende cresceu na fase final do primeiro turno , quando ultrapassou o até então favorito e ex-prefeito e ex-aliado Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB). Rezende foi beneficiado pelo fato da candidatura da petista Iriny Lopes, ex-ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, não ter decolado no primeiro turno. A eleição em Vitória até então estava polarizada entre PT e PSDB.

Durante a campanha, Luciano Rezende contou com o apoio político do senador Magno Malta (PR) e do atual governador Renato Casagrande (PSB). As lideranças evangélicas também estiveram ao seu lado. Seu vice, o radialista Wagner Fumio Ito, o Waguinho (PR), é muito popular entre os evangélicos.

A vitória de Luciano Rezende interrompe uma série de seis gestões petistas e tucanas na capital capixaba e pode ser encarada como uma derrota para o ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB). Ele apoiava Luiz Paulo Vellozo Lucas e, desde 1997, elegia todos os prefeitos de Vitória.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG