Ex-presidente agiu para impedir desafeto e líder da oposição em seu governo de se reeleger ao Senado em 2010; ainda assim, tucano lidera com folga corrida municipal

Arthur Virgílio pode conseguir a revanche após derrota de 2010
Agência Senado
Arthur Virgílio pode conseguir a revanche após derrota de 2010

Com a provável vitória na Prefeitura de Manaus (AM), a se tomar pelas pesquisas do segundo turno, o ex-senador Arthur Virgílio (PSDB) pode impor uma derrota à adversária , Vanessa Grazziotin (PCdoB) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a um só tempo. Vanessa lhe tirou a vaga no Senado, em 2010, com apoio especialmente empenhado de Lula, que se tornou seu desafeto após Virgílio ser líder da oposição durante seu governo.

Leia mais sobre Eleições no iG

O ex-presidente chegou a manifestar a aliados que encarava como uma questão de honra derrotar Virgílio. Lula foi fundamental na vitória de Vanessa em 2010, tendo participado pessoalmente de comícios e da campanha de forma intensa. Dois anos depois, pode ser o momento de o tucano dar o troco. Mesmo com Lula novamente ativo na campanha de Vanessa , Virgílio venceu o primeiro turno com mais que o dobro dos votos da rival – 40,55% a 19,95% – e ampliou a vantagem agora, segundo as pesquisas de intenção de voto. Esses ingredientes fazem de Manaus uma disputa de caráter nacional.

Veja a apuração de sua cidade no iG

Vantagem aumentou no segundo turno, dizem pesquisas

Vanessa Grazziotin (PCdoB) tem o apoio de Lula e Dilma contra Virgílio
Divulgação/Facebook
Vanessa Grazziotin (PCdoB) tem o apoio de Lula e Dilma contra Virgílio

O Ibope apontou que Virgílio lidera o segundo turno, com 68% dos votos válidos, contra 32% da senadora, em pesquisa realizada entre os dias 24 e 26 e encomendada pela Rede Amazônica – a margem de erro é de 3 pontos percentuais. 

O Instituto Diário de Comunicação (IDP) – em levantamento com 1.066 eleitores entre os dias 16 e 18 –, mostra números quase iguais: o tucano com 70% dos votos válidos e a candidata comunista com 30%.

Em entrevista ao jornal   O Estado de S.Paulo , Arthur Virgílio disse que sua eventual vitória será a mais “simbólica” do PSDB em 2012, “se for confirmada a derrota do Serra” em São Paulo – o petista Fernando Haddad lidera as intenções de voto.

Por conta de Virgílio, a reedição da disputa de 2010 em Manaus mais uma vez tem revelado um caráter nacional. Além de Lula, Vanessa teve ainda o apoio presencial da presidenta Dilma Rousseff, que participou de comício de Vanessa nesta semana; Virgílio contou também com a presença do governador mineiro e pré-candidato à Presidência da República em 2014, Aécio Neves, que tem rodado o País para emprestar seu prestígio a candidatos a prefeito e para se tornar mais conhecido com vistas a 2014.

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.