Comparações de gestões marcou a campanha em segundo turno na capital do Piauí

Mesmo com apoio da presidenta Dilma Rousseff e do governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), o atual prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB), pode sair derrotado das urnas neste domingo (28) por Firmino Filho (PSDB). Na primeira etapa da eleição, no último dia 7, Firmino Filho contava 38,74% dos votos válidos, à frente de Férrer, que tinha 33,14%. Passada a campanha do segundo turno, o candidato do PSDB ampliou a vantagem sobre o prefeito e aparece agora como favorito na disputa. 

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

A mudança no cenário ocorreu apesar dos apoios de peso obtidos pelo prefeito neste segundo turno. Na primeira etapa da eleição, ele havia sido rejeitado por PT e PSB, que decidiram lançar candidaturas próprias, mas ficaram de fora do segundo turno.

Firmino Filho ampliou a vantagem sobre o rival
Divulgação
Firmino Filho ampliou a vantagem sobre o rival

A segunda fase da corrida municipal foi marcada mais uma vez pela comparação de gestões. O prefeito, em especial, voltou a se apoiar na tese de que o alinhamento com o governo federal o coloca em vantagem para governar a cidade. Na propaganda do prefeito no rádio e na TV, a própria Dilma encampou o discurso em favor do alinhamento entre prefeitura e governos estadual e federal para “Teresina avançar”. O tucano rebateu investindo mais uma vez que tanto Wilson Martins quanto  a presidenta Dilma são "gestores de todos". 

Leia também: Firmino e Férrer disputarão segundo turno em Teresina

Férrer foi eleito vice-prefeito de Teresina em 2004 e reeleito para o mesmo cargo em 2008. Em 2010, ele acabou herdando a cadeira do então prefeito Sílvio Mendes (PSDB), que renunciou ao cargo para disputar e perder o governo do Piauí. 

Firmino Filho foi eleito prefeito de Teresina pela primeira vez em 1996 e reeleito em 2004 no primeiro turno. Em 2006, foi candidato ao governo, mas terminou derrotado em uma disputa definida em primeiro turno, com vitória do ex-governador e hoje senador Wellington Dias, que foi candidato do PT à Prefeitura de Teresina.

*Com Daniel Aderaldo, iG Ceará

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.