Ministro Edison Lobão segue afastado até 6 de novembro

De acordo com boletim médico divulgado na manhã desta quinta-feira pelo hospital Albert Einstein, estado de saúde do ministro é estável; Lobão foi internado no último dia 18

iG São Paulo |

Foi prorrogado por 12 dias o período de afastamento do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, para tratamento de saúde. O despacho presidencial foi publicado nesta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União (DOU). Desde o último dia 18, Lobão está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Leia mais: Ministro Edison Lobão é internado em São Paulo

De acordo com boletim médico divulgado na manhã de hoje pelo hospital Albert Einstein, o estado de saúde do ministro é estável e ele deve permanecer internado. O boletim é assinado pelo clínico-geral Jairo Tabacow Hidal.

O período de licença estava previsto para terminar no próximo dia 23. Lobão havia se submetido a uma série de exames, em Brasília, após reclamar de forte gripe e febre. De acordo com o despacho presidencial, o afastamento fica prorrogado até 6 de novembro.

O secretário executivo do ministério, Marcio Zimmermann, o substituiu

Com Agência Brasil e Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG