Ministro relator fará tratamento de saúde na Alemanha e o julgamento, que está na fase do cálculo das penas dos réus condenados, fica suspenso por 12 dias

Ministro relator do julgamento do mensalão, Joaquim Barbosa, fará tratamento de saúde na Alemanha
Agência Brasil
Ministro relator do julgamento do mensalão, Joaquim Barbosa, fará tratamento de saúde na Alemanha

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspenderá por 12 dias o julgamento do mensalão devido à viagem do ministro relator, Joaquim Barbosa, à Alemanha para um tratamento de saúde.

A sessão desta quinta-feira será a última deste mês. Depois, somente no dia 7 o tema será retomado em plenário.

Veja o especial do iG sobre o julgamento do mensalão

Leia mais:  Penas impostas a Valério devem embasar as de outros réus do mensalão

O presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, consultou o plenário sobre o novo calendário. Além de retirar o tema da próxima semana, a sessão prevista para o dia 5 foi remarcada para a manhã do dia 8. Na próxima semana o tribunal julgará outras matérias.

O julgamento do mensalão entrou nesta semana em sua fase final, quando os ministros fazem a dosimetria, ou seja, o cálculo das penas dos 25 réus condenados por crimes relativos ao escândalo. 

Resultado parcial: Pena de Valério pode chegar a 40 anos de prisão

Até o momento, eles fixaram as penas atribuídas ao publicitário Marcos Valério, apontado como operador do esquema de corrupção, em mais de 40 anos de prisão. Este número, entretanto, não é definitivo.

Isso porque o Supremo ainda tem que estebelecer as penas referentes aos outros crimes e decidir de que forma aplicará alguns critérios, entre eles o princípio de nexo de causalidade, que, na prática, pode atenuar as penas dos réus em cada condenação.

Com Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.