Lula reforçará campanha petista em Cuiabá

Com a presidenta Dilma distante da disputa na capital mato-grossense, ex-presidente irá a comício para tentar colocar Lúdio Cabral (PT) à frente de Mauro Mendes (PSB)

Nivaldo Souza - iG Brasília | - Atualizada às

O palanque de Lúdio Cabral, prefeiturável pelo PT em Cuiabá (MT), ganhará reforço do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima quarta-feira (24), às vésperas do segundo turno em que o petista disputa com Mauro Mendes (PSB). O comitê de campanha confirmou a ida de Lula à capital mato-grossense neste sábado, prometendo “um grande ato público”.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

O reforço de Lula ocorrerá uma semana após a presidenta Dilma Rousseff escalar a ministra Miriam Belchior (Planejamento) para representá-la Cuiabá . Dilma não foi à cidade com receio acirrar a relação com o PSB, hoje na base aliada e controlado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos – cotado para concorrer à presidência em 2014.

A ida de Lula à Cuiabá é parte da estratégia petista de atrelar aos candidatos do partido a popularidade do ex-presidente para consolidar a legenda em capitais.

Eleições 2012:  Lula vai a dez comícios, só um na capital de São Paulo

Cuiabá é uma das seis capitais nas quais o PT disputa o segundo turno. O partido venceu apenas em uma capital no primeiro turno, ficando atrás de PSB e PMDB – cada um com duas. O desempenho ficou abaixo da expectativa da liderança nacional do partido, que não esperava ficar atrás do PSB de Campos.

O PT está igualado ao PSDB, PP, PDT e DEM em número de capitais vencidas no primeiro turno. O principal opoente petista no segundo turno é a legenda tucana. O PSDB disputa oito capitais, contra seis por petistas.

O objetivo do partido do ex-presidente Lula é se tornar a legenda com mais capitais. A visita de Lula a Cuiabá é uma tentativa de fazer Cabral ganhar fôlego na reta final do segundo turno e assumir a liderança. O petista está em empate técnico com Mendes, de acordo com o último  levantamento do Ibope , embora o candidato do PSB apareça numericamente à frente.

Candidatos petistas têm chances de vencer a corrida eleitoral em São Paulo, onde Fernando Haddad aparece 17 pontos à frente de José Serra (PSDB), em Fortaleza, com Elmano de Freitas , e João Pessoa, na qual Luciano Cartaxo encabeça as pesquisas .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG