Serra atacou uma das propostas de seu rival, Fernando Haddad, de adotar o piso nacional do magistério para os professores municipais

Agência Estado

O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra , afirmou nesta quarta que o ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva é um "especialista em ataques pessoais". Serra comentou a aparição de Lula na propaganda eleitoral do adversário Fernando Haddad (PT), na qual o ex-presidente diz que os tucanos mentem sobre a suposta inexperiência de seu afilhado político.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

José Serra (PSDB) atacou proposta do rival, Fernando Haddad (PT), de adotar piso nacional do magistério para professores municipais
Divulgação
José Serra (PSDB) atacou proposta do rival, Fernando Haddad (PT), de adotar piso nacional do magistério para professores municipais

Leia também:  Em programa de governo, Serra recicla promessas antigas

"O Lula é especialista em fazer isso. Ataques pessoais não tem ninguém que faça mais do que ele", disse o tucano, após visita ao residencial Heliópolis, uma das favelas que teve a sua urbanização iniciada em sua gestão na Prefeitura e que foi continuada no atual governo de Gilberto Kassab (PSD).

Além das críticas a Lula, Serra atacou também uma das propostas de Haddad, que sugere a adoção do piso nacional do magistério para os professores municipais de São Paulo. "Isso é porque ele ignora que o piso no município é muito mais alto que o nacional", disse.

Durante a coletiva, o candidato tucano não respondeu a uma pergunta que envolvia o polêmico "kit anti-homofobia" - chamado de "kit-gay" -, que vem provocando muitos embates entre as duas campanhas neste segundo turno.

Tucano: Serra diz que seu kit anti-homofobia promove 'o fortalecimento da família'

TV: Serra usa mensalão e Haddad destaca saída do tucano da prefeitura

Ele argumentou que preferia falar sobre as suas propostas para a cidade e que seus adversários poderiam dizer que foi ele quem colocou o tema nesta campanha.

Ao falar de suas propostas para a capital, Serra destacou que é possível até o final do ano que vem, caso seja eleito, entregar outros 500 apartamentos na região de Heliópolis, na zona sul.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.