Candidato tucano detalhou propostas faltando menos de duas semanas para o 2º turno: expandir corredores, ampliar dois professores em sala de aula e revitalizar Nova Luz

O aguardado programa de governo do candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra , apresenta promessas antigas do tucano que nunca foram totalmente cumpridas. O programa foi lançado ontem à noite, faltando menos de duas semanas para o segundo turno, com um grande ato na região da Avenida Paulista.

Tucano:  Serra diz que seu kit anti-homofobia promove 'o fortalecimento da família'

TV: Serra usa mensalão e Haddad destaca saída do tucano da prefeitura

No encarte de 69 páginas lançado ontem depois de mais de cinco meses de debates, Serra promete “expandir a rede de corredores de ônibus”, “expandir e aperfeiçoar” o projeto de ter dois professores nas salas de aulas de alfabetização e “requalificar a região da Nova Luz”.

Leia mais:  Baixaria é a única chance de Serra, diz Haddad

Serra lança programa de governo ao lado de Kassab e Alckmin
Futura Press
Serra lança programa de governo ao lado de Kassab e Alckmin

A expansão e aperfeiçoamento dos corredores de ônibus surgiu no discurso de Serra em 2004, quando o tucano derrotou a petista Marta Suplicy na disputa pela prefeitura. Serra não fez os corredores. Em 2008, o então candidato Kassab, que tinha o apoio do tucano, prometeu construir 66 quilômetros de corredores, mas também não cumpriu a promessa.

Resultado das urnas: Serra e Haddad vão disputar o 2º turno na eleição em São Paulo

A adoção de dois professores nas salas com alunos em fase de alfabetização faz parte das promessas de Serra desde 2006, quando disputou e ganhou o governo do Estado. Um ano antes Serra havia implantado na prefeitura um embrião do projeto com um professor e um estagiário nas salas de alfabetização. Quando assumiu o governo paulista, o tucano chegou a iniciar a implantação do programa em nível estadual. A iniciativa, no entanto, foi suspensa pelo atual governador, Geraldo Alckmin (PSDB), e só retomada no início deste ano, alguns meses antes do início da campanha eleitoral.

Eleição em São Paulo:  PDT nacional intervém e anuncia apoio a Haddad

O projeto Nova Luz é outra promessa antiga de Serra. Concebido no início do mandato tucano na prefeitura, em 2005, a Nova Luz deveria ser a locomotiva de um grande processo de revitalização do centro com desapropriações em massa de prédios decrépitos na região da cracolândia. Os espaços seriam entregues à iniciativa privada para construção de prédios comerciais e apartamentos, mas os proprietários conseguiram barrar as desapropriações na Justiça e, sete anos depois, a região ainda é território de usuários de crack.

A campanha de Serra foi procurada na manhã desta terça-feira por meio da assessoria de imprensa para se manifestar sobre o assunto, mas até o final da tarde não havia respondido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.