Em Fortaleza, candidato do PDT diverge do partido e se diz neutro no 2º turno

‘Nem voto no candidato da prefeita nem do governador’, afirmou o terceiro mais votado no 1º turno na capital cearense; PDT declarou apoio a Roberto Claudio, do PSB

Daniel Aderaldo - iG Ceará |

O candidato derrotado do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer , declarou nesta segunda-feira (15) que ficará neutro no segundo turno, divergindo da posição do PDT e do PPS, partidos que estavam coligados e formalizaram apoio à candidatura do PSB há três dias.

Leia também:  PSDB fica neutro no segundo turno em Fortaleza

Saiba mais:  Terceiro lugar em Fortaleza, Férrer pede anulação do 1º turno

“Em palavras diretas: nem voto no candidato da prefeita nem voto no do governador”, disse à imprensa em entrevista coletiva, se referindo a Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PSB), que disputam o segundo turno. Terceiro colocado em um primeiro turno apertado, com 20,97% dos votos válidos, Férrer era bastante almejado pelos dois lados.

O pedetista disse que não apoia Elmano por representar a continuidade da administração da prefeita Luizianne Lins (PT), criticada por ele, ainda que de forma branda, durante a campanha. “Seria uma incoerência com aquilo que a gente vem cobrando, que é eficiência administrativa”.

Fortaleza:  Líder da greve dos PMs é eleito vereador mais votado da história

Leia mais:  Entre senadores candidatos, maioria é derrotada no primeiro turno

Contudo, foi mais enfático ao justificar por que não acompanhou a posição de seu partido e do PPS, sigla com a qual estava coligado. “Votar no candidato do governador Cid Gomes (PSB), seria negar a minha própria história”. Deputado estadual de terceiro mandato, Férrer é o principal opositor de Cid Gomes (PSB) na Assembleia Legislativa do Ceará, mesmo com seu partido integrando a base aliada.

O pedetista disse ser contra a “hegemonia” de uma “oligarquia” no Ceará. “É ruim para a democracia”, ponderou sobre a possibilidade de ter o PSB à frente do Estado e da capital cearense.

Bastidores

Logo após o fim da entrevista coletiva realizada no comitê de imprensa da Assembleia Legislativa, Férrer recebeu uma visita relâmpago de Elmano no local.

Cenário: Segundo turno em Fortaleza expõe antagonismo local entre PT e PSB

Os dois se abraçaram e trocaram poucas palavras. Segundo os dois lados, apenas cumprimentos.

Na avaliação do deputado estadual Antonio Carlos (PT), um dos coordenadores de campanha do candidato do PT, o discurso do pedetista contra a "hegemonia" do grupo político de Cid Gomes no Ceará conta pontos para a candidatura de Elmano.

Anulação do pleito

Férrer informou que persiste com o pedido na Justiça Eleitoral para anular o primeiro turno na capital cearense . Ele alega ter sofrido prejuízo com a divulgação de pesquisas de intenções de voto de véspera do pleito e de boca de urna, que o mostravam na quarta colocação.

PCdoB

O PCdoB anunciou apoio a Roberto Cláudio nesta segunda-feira. O senador Inácio Arruda ficou em sétimo lugar no primeiro turno.

Os comunistas governaram junto com o PT nos dois mandatos de Luizianne Lins, mas romperam pouco antes das eleições e atacaram os ex-aliados na campanha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG