Lula entra em campo para tirar PDT de Serra

Ex-presidente se reuniu com Lupi, presidente do partido, para selar aliança em torno de Haddad no segundo turno; Paulinho da Força já anunciou que apoia o tucano

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou em campo na noite desta quarta-feira para tirar o PDT dos braços de José Serra (PSDB) e fechar o apoio do partido a Fernando Haddad (PT).

Pesquisa: Datafolha mostra Haddad com 47% e Serra com 37% em São Paulo

Candidato do PDT:  Paulinho fecha apoio a Serra para segundo turno

Lula se reuniu com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, na noite de quarta-feira na sede do Instituto Lula, em São Paulo. A reunião aconteceu logo depois de um almoço de Lula com a presidenta Dilma Rousseff para tratar de eleições. O PDT integra a base aliada do governo e comanda o Ministério do Trabalho.

Alianças: PRB de Russomanno anuncia que ficará neutro no 2º turno em São Paulo

Leia também: PTB e PPS fecham apoio a Serra para o segundo turno em São Paulo

Segundo fontes do PT, o objetivo do encontro com Lupi é atrair o partido para o lado de Haddad. O candidato derrotado do partido à prefeitura, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, já anunciou apoio a Serra. Paulinho é aliado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). O anúncio formal da aliança está marcado para quinta-feira.

Segundo assessores de Paulinho, Lupi estaria em São Paulo apenas para tratar do apoio do candidato derrotado do PDT à prefeitura de Campinas, Pedro Serafim, ao petista Márcio Pochmann.

Leia mais: Serra e Haddad vão disputar o 2º turno na eleição em São Paulo

Fontes petistas, no entanto, dão como certa a presença do PDT no palanque de Haddad no segundo turno. O partido trocaria Serra pelo petista em troca do apoio do PT a candidatos do PDT em outras três cidades.

    Leia tudo sobre: eleições2012eleições2012sãopaulolulapdthaddad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG