Para PT, mensalão foi tentativa eleitoral fracassada

Em reunião do diretório nacional, José Dirceu, condenado por corrupção ativa no STF, afirma que partido deve tirar foco do mensalão e dar prioridade ao segundo turno das eleições

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

Integrantes do diretório nacional do PT, reunidos hoje em São Paulo, elaboram uma resolução política na qual consideram o mensalão uma tentativa fracassada de prejudicar eleitoralmente o partido nas disputas municipais.

A reunião contou ainda com a presença de José Dirceu, que, segundo fontes próximas, pediu que a prioridade do partido agora deve ser a eleição do PT no segundo turno, principalmente em São Paulo. Ainda segundo o ex-ministro da Casa Civil, o debate sobre o mensalão que o partido quer fazer junto à sociedade deve ficar para depois do segundo turno.

Leia também: Núcleo dirigente do PT está fora da política pelo menos até 2024

Genoino ao iG: 'É uma noite escura na condenação de um inocente'

A versão preliminar do documento, que serve para orientar a atuação política em todos os níveis, nem sequer menciona a condenação dos ex-dirigentes José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares por corrupção ativa no STF. O texto ainda será submetido à votação do diretório.

A resolução cita o fato de o julgamento do núcleo político ter coincidido com o primeiro turno da eleição, mas diz que o impacto negativo para os candidatos do partido foi meramente residual. “O texto cita o mensalão de passagem, o foco principal é o êxito do partido nas eleições de domingo”, disse um dirigente petista.

Saiba mais: Genoino anuncia saída do governo: 'Uma injustiça monumental foi cometida'

Genoino, que é membro do diretório nacional, foi recebido como herói pelos cerca de 80 dirigentes e convidados que lotavam o auditório da sede nacional do PT. Ex-presidente do partido, ele foi ovacionado quando leu a carta que havia sido divulgada minutos antes à impressa.

Leia mais: Julgamento da cúpula do PT por corrupção será concluído nesta quarta

PT: Para novos líderes do PT, Dirceu errou ao cobrar julgamento no STF

Segundo relatos de alguns dos dirigentes, Genoino foi às lagrimas e disse que ali, entre companheiros, ele tinha liberdade e conforto para manifestar toda a emoção.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG