Sites de jornais como New York Times e Le Monde destacam a decisão de ontem no Supremo durante o julgamento do mensalão

A condenação do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares por corrupção ativa no Supremo Tribunal Federal (STF) repercutiu nos sites dos principais jornais do mundo.

Com o título Processo de corrupção no Brasil aumenta esperança no sistema judiciário , o jornal americano New York Times destaca que com o chamado julgamento do mensalão, e com a possível prisão de políticos proeminentes e banqueiros, o brasileiro pode voltar a acreditar na Justiça de seu País.

Leia também:  Núcleo dirigente do PT está fora da política pelo menos até 2024

Veja o especial do iG sobre o julgamento do mensalão

O artigo compara o julgamento do mensalão no País ao Watergate americano - caso de corrupção nos anos 1970 que culminou com a queda do então presidente, Richard Nixon - e cita o ministro Joaquim Barbosa que vem, segundo o jornal, "emergindo como um herói político". Barbosa, o relator do processo, votou pela condenação de 25 dos 30 réus analisados até o momento.

O site da rede britânica BBC , também destaca que o julgamento do mensalão - "Big Monthly" allowance - é um "teste importante sobre a habilidade do Brasil de fazer seus políticos pagarem pela corrupção".

Leia mais: Julgamento da cúpula do PT por corrupção será concluído nesta quarta

Saiba mais: Para novos líderes do PT, Dirceu errou ao cobrar julgamento no STF

Também fala da trajetória de Dirceu, um "ex-rebelde de esquerda que lutou contra o governo militar do Brasil nos anos 1970 e foi exilado em Cuba". "Ao lado de Lula, ele foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores e foi um dos aliados mais próximos do ex-presidente."

O francês Le Monde , por sua vez, chama atenção para o fato de três aliados próximos a Lula terem sido considerados culpados. Entretanto, a publicação pondera que o PT "não sofreu da onda midiática do processo conduzido pela mais alta instância judiciária do País, enquanto ocorrem as eleições municipais". O PT elegeu 624 prefeitos nestas eleições, 66 a mais que em 2008 .

O jornal El País , da Espanha, colocou que a condenação mais difícil, entre a de Dirceu, Genoino e Delúbio, era a do ex-ministro da Casa Civil "já que as provas contra ele não eram tão evidentes como as dos outros envolvidos. O juiz Ricardo Lewandowski, que absolveu Dirceu, advertiu que a absolvição não significava que Dirceu não fosse chefe da trama, mas que ele não tinha encontrado nos autos uma prova concreta de sua culpa".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.