Ausência no STF deve adiar conclusão sobre cúpula do PT no mensalão

Ministro Celso de Mello não comparece à sessão do julgamento do mensalão de hoje; não ficou definido se próximo item será votado nesta terça

iG São Paulo | - Atualizada às

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello não participa da sessão do julgamento do mensalão nesta terça-feira. Com isso, a conclusão sobre o crime de corrupção ativa, que atinge os réus ligados ao PT, pode ficar para amanhã.

Veja o especial do iG sobre o julgamento do mensalão

Segundo a assessoria de imprensa do STF, a ausência do ministro se dá por motivos pessoais. Não ficou definido se será analisado ainda hoje o crime de lavagem de dinheiro envolvendo o partido e o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto, caso todos os ministros concluam seu voto hoje sobre corrupção ativa. Adauto, também réu por corrupção ativa, foi absolvido por maioria do STF nesta terça-feira.

Apesar de não concluírem o voto sobre a cúpula do PT, a maioria do STF condenou o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o publicitário Marcos Valério e três pessoas ligadas a ele: Ramon Hollerbach, Simone Vasconcelos e Cristiano Paz. 


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG