TRE quer coibir sobra de material de campanha em locais de votação de Cuiabá

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso decidiu monitorar por meio de câmeras de segurança 72 pontos de votação da capital do Estado. Ruas estão cheias de panfletos

Agência Brasil | - Atualizada às

Agência Brasil

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) decidiu monitorar, por meio de câmeras de segurança, 72 pontos de votação em Cuiabá, de acordo com notícia da TV Universitária Cuiabá. A ação visa a coibir que os candidatos a prefeito e a vereador joguem sobras de material de campanha em locais de votação.

Pelo País:  138,5 milhões de brasileiros vão às urnas para escolher prefeitos e vereadores

Mesmo com a aprovação da Lei Cidade Limpa em 2010, as ruas da capital mato-grossense amanheceram repletas de panfletos e santinhos.

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Seis candidatos disputam a prefeitura em Cuiabá: Adolfo Grassi, do PPL; Carlos Brito, da coligação Sentimento Cuiabano; Guilherme Maluf, da coligação Cuiabá pra Você!; Lúdio, da coligação Cuiabá Mato Grosso Brasil; Procurador Mauro, do PSOL; e Mauro Mendes, da coligação Um Novo Caminho para Cuiabá.

Em Cuiabá: PT avança e deve levar disputa com o PSB para o segundo turno

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a cidade tem 397.626 eleitores e 556.298 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja fotos do impacto do material de campanha pelas ruas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG