Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso decidiu monitorar por meio de câmeras de segurança 72 pontos de votação da capital do Estado. Ruas estão cheias de panfletos

Agência Brasil

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) decidiu monitorar, por meio de câmeras de segurança, 72 pontos de votação em Cuiabá, de acordo com notícia da TV Universitária Cuiabá. A ação visa a coibir que os candidatos a prefeito e a vereador joguem sobras de material de campanha em locais de votação.

Pelo País:  138,5 milhões de brasileiros vão às urnas para escolher prefeitos e vereadores

Mesmo com a aprovação da Lei Cidade Limpa em 2010, as ruas da capital mato-grossense amanheceram repletas de panfletos e santinhos.

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

Seis candidatos disputam a prefeitura em Cuiabá: Adolfo Grassi, do PPL; Carlos Brito, da coligação Sentimento Cuiabano; Guilherme Maluf, da coligação Cuiabá pra Você!; Lúdio, da coligação Cuiabá Mato Grosso Brasil; Procurador Mauro, do PSOL; e Mauro Mendes, da coligação Um Novo Caminho para Cuiabá.

Em Cuiabá: PT avança e deve levar disputa com o PSB para o segundo turno

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a cidade tem 397.626 eleitores e 556.298 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja fotos do impacto do material de campanha pelas ruas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.