Exército patrulha comunidades no Rio em dia de eleição

Tropas do Exército patrulham neste domingo as proximidades da Escola Municipal Presidente Roosevelt, em Realengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro

Agência Estado |

Agência Estado

Tropas do Exército patrulham neste domingo as proximidades da Escola Municipal Presidente Roosevelt, em Realengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. O colégio é próximo à favela Vila Vintém, uma das 22 comunidades ocupadas na última semana pelo Exército para garantir segurança aos fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) na repressão à propaganda irregular.Cabos eleitorais carregavam bandeiras de candidatos a vereador próximo aos militares. Porém, não houve qualquer repressão, apesar da determinação do TRE-RJ.

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

A reportagem circulou por três favelas da zona oeste, onde, segundo o Exército, a segurança seria reforçada para as eleições neste domingo. Entretanto, não encontrou qualquer movimento de militares em favelas, como as do Muquiço, em Guadalupe, e Fumacê, em Realengo. A assessoria de imprensa da Primeira Divisão de Exército, que coordena as operações em apoio ao tribunal, informou que a segurança está sendo feita apenas em zonas que concentram mais de dez seções eleitorais. Não há patrulhamento nas favelas ocupadas durante a última semana. Das cerca de 800 zonas eleitorais da área de atuação do Exército, foram priorizadas cerca de 300.

Última hora: Tire suas dúvidas sobre a votação de hoje no Guia do Eleitor do iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG