Eleições seguem tranquilas em Goiânia, que não adotou lei seca neste domingo

Medida adotada por municípios em todo o País para evitar transtornos durante o processo eleitoral só foi seguido por 26 municípios do estado. Candidatos à Prefeitura da capital votaram pela manhã

iG Brasília |

O processo de votação para prefeito e vereadores em Goiânia, capital do Estado de Goiás, segue tranquilo. Pela primeira vez, os eleitores da capital votam por meio de urnas biométricas.

Especial: Confira a cobertura completa do iG sobre as eleições 2012

O processo, segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, leva o eleitor a demorar mais o tempo de votação, chegando a cerca de um minuto e dez segundos. Com isso, as filas nos locais de votação ficaram maiores.

Pesquisas: Em Goiânia, Paulo tem 54% de votos válidos e pode vencer no 1º turno, aponta Ibope

A capital possui mais de 850 mil eleitores, mas não adotou a proibição do comércio de bebidas alcoólicas durante a votação, como prevê a Lei Seca. Somente 26 dos 246 municípios goianos adotaram a medida.

Candidatos

Os candidatos à prefeito da cidade optaram por votar pela manhã. Paulo Garcia (PT) , atual prefeito, lidera a disputa do cargo, de acordo com as pesquisas eleitorais divulgadas até este sábado (6), com 54% dos votos válidos. Se as pesquisas se confirmarem, o petista pode ser reeleito ainda no primeiro turno.

No Estado: Quatro pessoas são detidas por fazer boca de urna em Luziânia

O segundo colocado, Jovair Arantes (PTB) aparece em segundo lugar com 17% dos votos válidos, 37 pontos percentuais a menos que Garcia. Seguem Elias Júnior (PMN), com 11, Isaura Lemos (PCdoB) e Simeyzon (PSC), ambos com 7%. Pataleão (PSOL) tem 3% e José Netho (PPL), 1%. Rubens Donizzeti (PSTU) não foi citado.

* Com informações da Agência Brasil

Candidatos e eleitores vão às urnas neste domingo em todo o País


    Leia tudo sobre: eleições2012eleições2012goiásgoiânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG