Em queda nas pesquisas, Russomanno diz que vai ao 2º turno e ataca Haddad

Candidato do PRB cita pesquisa interna para dizer que estará na segunda etapa da disputa e afirma que petista 'mente descaradamente'

Fábio Matos - iG São Paulo | - Atualizada às

O último dia de campanha do candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno , antes do primeiro turno da eleição começou com uma carreata por bairros da zona sul da capital, na manhã deste sábado (6). Apesar da queda nas intenções de voto registrada nas últimas pesquisas do Ibope e do Datafolha , ele disse não ter dúvidas de que estará no 2º turno. E também aproveitou para rebater novamente as críticas de Fernando Haddad (PT) à proposta de cobrar uma tarifa proporcional à distância percorrida pelo usuário do transporte público.

Leia mais: Candidatos correm para conquistar indecisos na véspera da eleição

Leia também: PT defende voto útil em Haddad na periferia de São Paulo

Apoio presidencial: 'Meter o bico em São Paulo significa muito para mim', diz Dilma

“Eu não ataquei ninguém. Eu me defendi. Ele ( Haddad ) mente em relação ao meu projeto para o transporte público”, afirmou Russomanno. “Digo e repito: ele mente descaradamente em relação ao transporte coletivo. Ele quer ganhar a eleição da maneira errada.”

Saiba mais: Lula diz que eleição em São Paulo 'é a mais complicada' da qual participou

Leia mais: Justiça apreende jornais por suposta propaganda pró-Haddad

Luiz Claudio Barbosa / Futura Press
O candidato do PRB, Celso Russomanno, aproveitou último dia antes da eleição para fazer carreatas na cidade

Nas últimas semanas, Haddad criticou duramente o adversário do PRB e afirmou que sua proposta de cobrar do usuário do transporte público um valor proporcional à distância percorrida prejudicaria os moradores dos bairros mais distantes da região central , na periferia da capital, que percorrem trajetos mais longos. Russomanno, por sua vez, rebateu, alegando que o preço da passagem inteira continuará R$ 3 - e ninguém pagará mais do que já paga hoje. Os beneficiados pelo preço menor seriam os usuários que percorressem distâncias menores.

Datafolha: Pesquisa mostra empate técnico entre Russomanno e Serra

Ibope: Russomanno cai para 27% das intenções de voto, diz pesquisa

Russomanno também se disse otimista em relação a sua permanência na disputa. Segundo ele, a queda recente no índice de intenção de votos não é suficiente para tirá-lo do segundo turno. “A expectativa é a melhor possível. Nós vamos para o 2º turno, está bem definido isso. E aí vamos ter o mesmo tempo de televisão do outro candidato ( no horário eleitoral gratuito ). Estou muito ansioso para que chegue logo a eleição”, afirmou. “Nós temos pesquisas internas, estamos sabendo o que está acontecendo. Continuamos na liderança.”

Saiba tudo: Leia todas as notícias sobre a disputa na maior cidade do País

Questionado sobre os motivos de sua queda nas pesquisas, Russomanno a atribuiu aos ataques de Haddad e José Serra (PSDB), seus principais concorrentes. “É normal. Estou sendo atacado por todos os outros partidos. E são ataques pessoais, todo mundo contra a gente. No 2º turno, com o mesmo tempo na televisão, vamos discutir mais a cidade.”

Especial iG: Veja a página especial do iG sobre as eleições municipais 2012

Apesar da confiança na passagem ao 2º turno da eleição, Russomanno irritou-se ao ser perguntado sobre quem seria seu adversário em uma eventual rodada final do pleito. “Como vou saber? Não tenho bola de cristal. Não importa contra quem vou”, disse.

O candidato do PRB também negou que exista uma crise em seu comando de campanha. “A imprensa tem publicado algumas coisas que não são verdade, sobre essa crise na campanha. Queria saber que crise é essa. Estamos todo juntos, está todo mundo unido e confiante”, disse.

Ele também criticou a imprensa por ter, na sua avaliação, especulado a respeito dos motivos que o levaram a interromper uma carreata realizada na última sexta-feira (5). “Eu tinha outro compromisso e estava atrasado. E eu não podia perder o compromisso”, justificou. Questionado sobre qual seria esse compromisso, Russomanno preferiu não revelar: “Era particular”.

Além da carreata pela zona sul de São Paulo, nesta manhã, o candidato do PRB ainda participaria de outra, no período da tarde, desta vez na zona leste. Mais cedo, Russomanno participou de um evento com o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que o apoia.

No domingo (7), Russomanno votará pela manhã, por volta das 10h, em um colégio na zona sul de São Paulo. Ele acompanhará a apuração dos votos em seu comitê político, a partir das 17h.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG