Campanha de Serra nega ter recusado ida a debate e ataca TV Record e Russomanno

Em comunicado, tucano diz que cancelamento foi decisão 'exclusiva' da emissora; após afirmações, rede de televisão divulga nova nota e reitera que não teve resposta do tucano

iG São Paulo | - Atualizada às

A campanha do candidato à Prefeitura de São Paulo José Serra (PSDB) negou, nesta quarta-feira, que recusara ir ao debate que seria realizado na TV Record no dia 1º de outubro. A emissora cancelou o evento , justificando que as ausências do tucano e de Celso Russomanno (PRB) inviabilizavam a sua realização.

Leia também:  TV Record cancela debate entre candidatos à Prefeitura de São Paulo

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

Futura Press
José Serra durante debate promovido pela TV Gazeta


Na nota, a campanha de Serra também criticou o candidato do PRB, que lidera as pesquisas de intenção de voto para a capital paulista. "O lamentável cancelamento foi uma decisão exclusiva da Record, e assim deve ser assumido. José Serra esteve presente a todos os debates promovidos nesta eleição, assim como os demais concorrentes. A exceção foi o candidato Celso Russomanno, do PRB, partido que é notoriamente ligado à Rede Record e à Igreja Universal", afirma a nota.

A campanha do candidato ressalta que Russomanno "se recusou a ir ao debate promovido pela Igreja Católica" e ao debate do jornal Folha de S.Paulo . "A decisão de Russomanno de faltar aos debates e a decisão da Rede Record de não mais realizar o programa previsto para o dia 1º de outubro não podem ser imputadas a qualquer outra candidatura. Muito menos a Serra", afirma a nota. "A Record e Russomanno devem assumir a decisão de cancelamento sem tentar jogá-la nas costas de terceiros."

Saiba mais: Haddad abre ofensiva direta contra Russomanno em debate

Mais cedo, na nota em que comunicou o cancelamento do debate, a TV Record havia justificado a decisão pelas ausências de Serra e Russomanno. Após a publicação da nota da campanha tucana, a emissora voltou a se manifestar em novo comunicado,  reiterando que não obteve nenhuma resposta em todas as suas tentativas de negociar a participação do candidato tucano no debate.

A exemplo do que havia feito na primeira nota, a emissora reforçou que realizou duas sabatinas e um debate entre candidatos a vice. A campanha de Serra, diz a nota, não enviou representante para nenhuma das reuniões organizadas para negociar as regras desses eventos, assim como do debate.

"O candidato e o partido jamais responderam aos documentos protocolados no PSDB, na Justiça Eleitoral ou enviados por e-mail para os responsáveis pela campanha", diz a nova nota. "Infelizmente não obtivemos resposta."

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG