ACM Neto e Pelegrino estão tecnicamente empatados em Salvador, diz Vox Populi

Candidato do DEM aparece com 33%, contra 29% do adversário do PT; em relação ao último levantamento, ACM Neto perdeu oito pontos e Pelegrino ganhou 11

João Paulo Gondim - iG Bahia | - Atualizada às

O candidato do DEM à Prefeitura de Salvador, ACM Neto , e o petista Nelson Pelegrino estão tecnicamente empatados na liderança das intenções de voto, de acordo com pesquisa do Vox Populi divulgada nesta quarta-feira (26) por encomenda da Rede Bandeirantes. O levantamento aponta que ACM Neto tem 33%, contra 29% do adversário do PT. Como a margem de erro é de 2,5 pontos para mais ou para menos, há empate técnico entre os dois candidatos.

Em relação ao último levantamento, divulgado no dia 30 de agosto, ACM Neto perdeu oito pontos percentuais (tinha 41%), enquanto Pelegrino ganhou 11 (tinha 18%). 

Último Vox: ACM Neto tinha 41%, e Pelegrino, 18%, indicava pesquisa

Leia mais: Juiz veta uso de vídeo pelo PT que mostra ACM Neto ameaçando Lula

Leia também: Dilma pede votos para PT em Salvador e desagrada PMDB

Na pesquisa espontânea, em que não aparecem os nomes dos candidatos, ACM Neto teve 30% das menções, ante 27% de Pelegrino.  

Depois, aparecem Mário Kertész , do PMDB, com 7% (6% na espontânea), e Márcio Marinho (PRB), com 4% (3% na espontânea).

Ibope: Petista cresce em Salvador, mas instituto apontou ACM Neto na liderança

Fecham a lista de candidatos Rogério Tadeu da Luz (PRTB) e Hamilton Assis (PSOL), ambos com 1% das intenções de voto em todas as situações. Brancos ou nulos somaram 12%, e 13% disseram não saber em quem votar. 

Rejeição

ACM Neto tem a maior rejeição entre os eleitores: 25%. A seguir, com 21%, vem Pelegrino. O terceiro mais rejeitado é Rogério Tadeu da Luz, com 8%. Segundo a pesquisa, 9% não votariam em Kertész.. No quesito rejeição, há empate entre Hamilton e Marinho, com 4%.

Dos consultados, 4% votariam em qualquer candidato. O percentual de quem não votaria neles é de 10%. Não responderam à pergunta ou não sabem 5% dos entrevistados.

O Vox Populi ouviu 1.500 pessoas entre os dias 21 e 23 de setembro.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG