Senado decide pagar Imposto de Renda de salários extras de parlamentares

Cobrança feita pela Receita Federal em agosto se refere aos 14º e 15º salários recebidos nos anos de 2007 a 2011; Casa considera que a falha não foi dos senadores

Agência Brasil |

Agência Brasil

A Mesa da Diretora do Senado decidiu nesta terça-feira que a Casa irá arcar com o pagamento do Imposto de Renda devido pelos senadores sobre os 14º e 15º salários nos anos de 2007 a 2011. A Receita Federal enviou a cobrança dos impostos devidos em agosto deste ano.

Poder Online: Deputados adiam pela 5ª vez votação que poria fim ao 14º e 15º salários

Em agosto:  Receita cobra Imposto de Renda sobre salários extras de senadores

De acordo com o primeiro vice-presidente do Senado, Aníbal Diniz (PT-AC), a mesa diretora reconheceu que a falha não foi dos parlamentares, uma vez que o Senado deveri ter retido os impostos na fonte.

Quando a Receita enviou a cobrança, o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), explicou que havia o entendimento de que, por se tratar de verba rescisória, não caberia cobrança de imposto de renda sobre 14º e 15º salários.

Everardo Maciel: 'Senadores vão ter que pagar o imposto devido'

“A partir da votação pelo fim dessas verbas rescisórias, ficou uma dúvida em relação aos pagamentos anteriores. A própria Casa reconhece que não foi culpa dos senadores e que, se houve falha, foi dela. Então, ela vai arcar (com o pagamento)”, declarou o primeiro vice-presidente. Ainda de acordo com Diniz, o pagamento deverá ser feito até outubro, quando se encerra o prazo de cobrança da Receita Federal.

Nem o senador Aníbal Diniz, nem a assessoria de comunicação do Senado, souberam informar qual será o valor desembolsado para o pagamento dos impostos devidos pelos senadores.

    Leia tudo sobre: senadoreceita federalimposto de rendasalários

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG