Ibope: Em SP, Haddad vai a 18% e Serra tem 17%; Russomanno lidera com 34%

Petista aparece pela primeira vez numericamente à frente do tucano na disputa pelo segundo lugar na eleição paulistana

iG São Paulo | - Atualizada às

O candidato do PT Fernando Haddad apareceu pela primeira vez numericamente à frente do tucano José Serra na disputa pela Prefeitura de São Paulo, segundo pesquisa Ibope encomendada pela TV Globo divulgada nesta terça-feira. O petista subiu três pontos e passou de 15% para 18% das intenções de voto em relação à sondagem anterior. E o tucano oscilou dois pontos para baixo e ficou com 17%.

Vox Populi:  Serra cai 5 pontos, Haddad sobe 3 e os dois estão tecnicamente empatados 

Especial iG: Leia todas as notícias sobre a eleição em São Paulo

Embora Haddad esteja numericamente à frente de Serra, os dois continuam tecnicamente empatados em segundo lugar uma vez que a margem de erro é de três pontos para mais ou para menos. O candidato do PRB Celso Russomanno segue na liderança com 34% das intenções de voto e oscilou um ponto para baixo em relação ao último levantamento Ibope.

Os números  do Ibope confirmam a tendência registrada pela última pesquisa Vox Populi , divulgada na última segunda-feira. Russomanno apareceu com 34%; Haddad e Serra empatados em 17%, na briga pelo segundo lugar na disputa.

Leia mais: Haddad tenta desconstruir Russomanno em propaganda

Leia também: Serra defende agilidade na regularização fundiária

Saiba mais: Russomanno quer associações de bairros em escolas

Gabriel Chalita , do PMDB, aparece com 7%, seguido de Soninha Francine , do PPS, com 4%. Os candidatos Paulinho da Força (PDT) e Carlos Giannazi (PSOL) têm ambos 1% das intenções de voto. Os demais candidatos não pontuaram na pesquisa. Brancos e nulos somaram 10% e os indecisos, 8%.

Segundo turno

O Ibope também fez simulações de segundo turno. Se a eleição fosse hoje, Russomanno venceria a disputa contra Serra: 51% contra 23%. Se o candidato do PRB enfrentasse Haddad, ele também sairia vencedor: 48% contra 24%. Em um segundo turno entre o petista e o tucano, o primeiro levaria com 39% contra 29% do segundo. 

Rejeição

O instituto mediu a rejeição dos candidatos. Serra tem 40%; Soninha, 17%; Haddad, 16%; Russomanno, 14%; Chalita, 7%. Os que não sabem somam 13% e os que responderam que poderiam votar em todos os candidatos, 7%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 24 de setembro e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01138/2012. Foram entrevistadas 1.204 pessoas. 



    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG