Julgamento do mensalão foi o principal tema citado pelos manifestantes que carregaram até um caixão com o nome do processo

O julgamento do mensalão , que se arrasta há aproximadamente um mês e meio no Supremo Tribunal Federal (STF), foi o mote da Marcha Contra a Corrupção em Brasília, realizada na manhã desta sexta-feira. Segundo a organização do evento, aproximadamente sete mil pessoas participaram do protesto.

Saiba mais: Acompanhe a cobertura completa do julgamento do mensalão

Leia também:  Comemoração do Dia da Independência movimenta cidades brasileiras

Jovens participam de marcha contra a corrupção em Brasília
Alan Sampaio / iG Brasília
Jovens participam de marcha contra a corrupção em Brasília


Os manifestantes carregaram um caixão com o nome mensalão e faixas fazendo alusão aos processo. Eles também criticaram o revisor do processo Ricardo Lewandowski por ter descordado das condenações sugeridas pelo relator, Joaquim Barbosa.

Barbosa, ao contrário, foi alçado à condição de heróis pelos manifestantes. Uma espécie de justiceiro contra a corrupção.

Os manifestantes percorreram toda a Esplanada dos Ministérios até chegar ao Congresso Nacional. No trajeto, eles cantaram gritos de guerra contra alguns políticos, como o presidente do senado, José Sarney (PMDB-AP) e o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

“Sarney ladrão, larga o Maranhão”, gritaram em alusão ao Estado natal do presidente do Senado. “Fora Agnelo”, emendaram em seguida.

Os integrantes da Marcha Contra a Corrupção afirmaram que o ato trouxe manifestantes tanto do Distrito Federal, quanto de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O estudante Ricardo Silva, de 28 anos, participou pela primeira vez da marcha. “É um momento em que podemos lugar por um país mais justo, sem corrupção”, disse. Esse discurso foi uma espécie de mantra utilizado por todos os manifestantes.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.