Celso Russomanno, candidato à Prefeitura de São Paulo, é entrevistado pelo iG

Internautas podem enviar suas perguntas, que serão respondidas ao vivo pelo candidato a partir das 10 horas desta quarta-feira

iG São Paulo | - Atualizada às

Líder nas últimas pesquisas de intenção de voto na disputa pela Prefeitura de São Paulo, o candidato do PRB, Celso Russomanno , é o entrevistado da TV iG nesta quarta-feira (5), ao vivo, a partir das 10 horas. Os internautas poderão participar da entrevista e enviar suas perguntas ao candidato pelo chat do iG .

TViG: Mande sua pergunta para o candidato Celso Russomanno

Leia mais: Ministério Público pede quebra do sigilo fiscal de empresa de Russomanno

Saiba mais: 'Não se ganha por antecipação', diz Russomanno ao iG sobre pesquisa

Nome escolhido pelo PRB para disputar a eleição na maior cidade do Brasil, Russomanno vem sendo apontado como a principal surpresa da disputa pela sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD). 

Futura Press e AE
Líder das intenções de voto em São Paulo e grande surpresa da eleição, Celso Russomanno é o entrevistado da TV iG nesta quarta-feira

Datafolha: Russomanno ultrapassa Serra e lidera pela primeira vez em São Paulo

Ibope: Candidato do PRB venceria Serra no 2º turno, diz pesquisa

Veja o especial do iG sobre as eleições de 2012

Sobre Celso Russomanno

O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo é bacharel em Direito, especialista em Direito do Consumidor, e jornalista. Ele ficou conhecido pelo popular programa de televisão "Aqui Agora", no qual fazia um quadro em que lidava com consumidores insatisfeitos.

Leia mais: Justiça suspende inserções de Russomanno e Soninha na TV

Leia também: Líder em pesquisa, Russomanno diz que manterá mesma estratégia

Russomanno filiou-se ao antigo PFL, atual DEM, em 1985, permanecendo no partido até 1994, ano em que foi eleito deputado federal e migrou para o PSDB. Na Câmara, onde permaneceu até 2010, foi autor de projetos de lei que visavam a mudanças no Código de Defesa do Consumidor.

Em 1997, Russomanno deixou o PSDB e filiou-se ao PPB, para depois migar para o PP de Paulo Maluf. Por esse último partido, saiu candidato ao governo de São Paulo nas eleições de 2010, ficando em terceiro lugar, atrás de Geraldo Alckmin (PSDB) e Aloizio Mercadante (PT).

Em 2011, saiu do PP após desentendimentosd com Maluf e filiou-se ao PRB. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG