Advogados de ex-gestores do Banco Rural vão entregar novo memorial ao STF

Defesa quer reforçar a tese de que 'todos os empréstimos dados ao PT e às empresas de Valério foram legítimos'; ministros julgam o núcleo financeiro do mensalão esta semana

Wilson Lima - iG Brasília | - Atualizada às

Os advogados dos ex-gestores do Banco Rural pretendem entregar nesta terça-feira mais um memorial aos ministros doo Supremo Tribunal Federal (STF) tentando reforçar a defesa deles no julgamento do mensalão. O memorial tem função apenas de relembrar aos ministros os principais elementos da defesa.

Julgamento: No 1º mês, STF derruba principais teses de defesa do mensalão

Entrevista ao iG: 'Condenação cria precedente perigoso', afirma defesa de Cunha

Especial iG: Acompanhe a cobertura completa do julgamento do mensalão

No documento, os advogados pretendem desconstruir a tese do relator do processo, Joaquim Barbosa, de que os ex-diretores do Banco Rural Kátia Rabello, José Roberto Salgado, Vinícius Samarane e Ayanna Tenório autorizaram de forma deliberada empréstimos ao PT com o intuito de irrigar o suposto esquema de Marcos Valério. Barbosa afirma que vários dos empréstimos às empresas de Marcos Valério foram fictícios.

Veja o dia a dia do julgamento do mensalão no STF

Cronologia do mensalão: Relembre os fatos que resultaram no julgamento do STF

Segundo o advogado de Kátia Rabelo, José Carlos Dias, o memorial será curto, com cerca de três páginas, ratificando que os laudos da Polícia Federal (PF) confirmam a legitimidade de todos os empréstimos dados ao PT e às empresas de Marcos Valério. “Temos que trabalhar o processo como os mantras”, disse Dias.

Primeira fase: STF condena João Paulo Cunha e mais quatro réus

Leia também: Defesa de Gushiken vê "erro de fundamentação" do STF

“O empréstimo do PT foi pago, como é fictício”, ratificou Márcio Thomaz Bastos, advogado de Jose Roberto Salgado. Segundo a defesa de Salgado, o PT pagou cerca de R$ 10 milhões por um empréstimo de R$ 3 milhões contraído pelo partido em 2003.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG