João Paulo Cunha comunica ao PT desistência de candidatura‏

Deputado petista foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva no processo do mensalão.

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

O deputado João Paulo Cunha (PT) comunicou na tarde desta quinta-feira a dirigentes do PT que está fora da disputa pela prefeitura de Osasco.  João Paulo foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva no processo do mensalão.

Agência Brasil
João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputador, era o único dos réus do mensalão a disputar as eleições neste ano

Leia também:  STF conclui 1ª fase e condena João Paulo Cunha também por lavagem de dinheiro

A decisão foi tomada depois de reuniões com seu conselho político quarta-feira à noite e com o prefeito Emídio de Souza (PT) hoje à tarde.

Leia mais: Condenação tira João Paulo Cunha do cenário político por pelo menos 14 anos

A direção do PT espera que ele faça o anúncio ainda hoje ou, no máximo, amanhã de manhã. O substituto de João Paulo será o candidato a vice, Jorge Lapas, também do PT.

Veja como está a votação do mensalão

"Não podemos perder um minuto sequer. Com o Jorge Lapas vai ser difícil ganhar. Com João Paulo seria impossível”, disse um interlocutor do deputado.

A candidatura de João Paulo subiu no telhado segunda-feira, depois dos votos dos ministros Luiz Fux e Rosa Weber pela condenação.

A avaliação no PT é de que ele não tem mais condições políticas de disputar a eleição. Além disso, João Paulo já não tem condições jurídicas. Com a condenação ele só poderá voltar disputar eleições em 2026.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG