As fotos que incomodam a campanha de Haddad

O iG teve acesso a duas imagens em que o candidato do PT e Paulo Maluf aparecem conversando reservadamente durante jantar na última segunda-feira

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

O iG teve acesso a duas fotos nas quais o candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad , e o deputado Paulo Maluf (PP) aparecem juntos durante o jantar em comemoração aos 98 anos da Sociedade Esportiva Palmeiras realizado na última segunda-feira no Espaço das Américas.

As fotos mostram Haddad com expressão séria conversando reservadamente com Maluf e causaram incômodo na campanha petista.

Relembre:  Ao lado de Lula, Maluf oficializa apoio a Haddad e elogia Marta e Erundina

Alianças: Veja a passagem silenciosa de Lula pela casa de Maluf

De inimigo a aliado: Veja vídeos das brigas históricas de Maluf com o PT

São as primeiras imagens de Haddad e Maluf juntos desde o encontro que selou a aliança entre os dois no dia 18 de junho. As fotos amplamente divulgadas de Haddad, Maluf e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos jardins da mansão do deputado foram uma exigência do líder do PP para fechar a aliança.

Saiba mais: Marta aceita gravar para Haddad, mas não quer dividir palanque com Maluf

Desde então, Maluf nunca mais foi visto em eventos da campanha. O PP costuma ser representado pelo secretário-geral do partido em São Paulo, Jesse Ribeiro.

A participação e principalmente a imagem de Maluf são um incômodo para a campanha petista. A senadora Marta Suplicy (PT) condicionou sua presença à não participação de Maluf . A foto com Lula é apontada como o estopim para a deputada Luiza Erundina (PSB) ter desistido da vice de Haddad.

Na sexta-feira da semana passada um grupo de jornalistas credenciados foi retido por mais de uma hora na entrada de um jantar promovido pela Federação das Associações Muçulmanas de São Paulo para Haddad e Lula no clube Monte Líbano. Um dos motivos de preocupação, segundo o iG apurou, era a possibilidade de um novo encontro entre Maluf, candidato e ex-presidente ser documentado.

Imagem histórica: Foto de Maluf com Lula foi o estopim para Erundina

Além disso, havia a preocupação quanto ao assédio a Lula com perguntas sobre o julgamento do mensalão e a presença de integrantes da comunidade árabe ligados aos também descendentes de libaneses Kassab e Gabriel Chalita (PMDB).

O jantar foi divulgado pela campanha de Haddad na véspera por meio de nota à imprensa. Os organizadores chegaram a credenciar jornalistas, mas no meio da tarde de sexta-feira uma nova nota da assessoria de Haddad informava que o evento seria “de caráter reservado” e, portanto, a imprensa não teria acesso.

Jornalistas credenciados foram retidos na calçada da avenida República do Líbano por mais de uma hora até que todos os convidados chegassem. Depois foram encaminhados a um mezanino de onde tinham ampla visão do salão, mas sem acesso aos convidados. Três repórteres que portavam convites para o jantar foram proibidos de entrar no salão principal, pois seus nomes não constavam da lista de convidados.

No final, todo o esforço foi desnecessário pois Maluf, que havia confirmado presença, não foi ao jantar pois sua mulher, Sylvia, recebia amigos na mansão do casal.

Já no aniversário do Palmeiras a imprensa teve acesso ao evento. Segundo fontes da campanha petista, Haddad calculou o risco de um encontro com Maluf, mas não poderia recusar um convite de Jesse Ribeiro, dirigente do clube.

O prefeito, Gilberto Kassab (PSD), e os candidatos José Serra (PSDB), Gabriel Chalita (PMDB) e Soninha Francine (PPS) também foram ao aniversário do Palmeiras, mas não chegaram a encontrar Maluf que saiu antes, segundo Jesse Ribeiro

Haddad e Maluf foram colocados em mesas próximas, se cumprimentaram e conversaram. A iniciativa foi do deputado. Maluf elogiou a qualidade dos programas de TV feitos pelo publicitário João Santana e na saída justificou sua ausência dizendo que “quem tem que gastar sola de sapato é o candidato”. Haddad foi embora antes que o jantar fosse servido. Na saída, quase cruzou com Serra, que chegava ao local.

A campanha petista trata o encontro com Maluf como uma casualidade já que o aniversário do Palmeiras não era um evento de campanha, mas não esconde o incômodo causado pelas imagens. Segundo a assessoria de Haddad, a participação de Maluf na campanha é zero.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG