Ausência de Dilma em Fortaleza decepciona Cid Gomes e Plácido Domingo

Show do tenor custou R$ 3,3 milhões aos cofres públicos e marcou a inauguração do Centro de Eventos do Ceará, obra avaliada em R$ 580 milhões

Daniel Aderaldo - iG Ceará | - Atualizada às

A ausência da presidenta Dilma Rousseff durante a inauguração do novo Centro de Eventos do Ceará na quarta-feira (15) decepcionou a principal estrela da noite e o anfitrião da festa. O tenor Plácido Domingo lamentou não ter conhecido Dilma e o governador Cid Gomes (PSB) confessou ter ficado triste com a recusa do convite.

Poder Online: Cid Gomes convida para concerto de Plácido Domingo no Ceará

Música:  Tenor Plácido Domingo inaugura centro de exposições em Fortaleza

Daniel Aderaldo / iG Ceará
Plácido Domingo e Cid Gomes ao centro separados pela soprano Micaëla Oeste


“Sentimos. O governador me disse que ela viria, mas sabemos das obrigações que ela tem. Mas esperamos conhecê-la da próxima vez”, disse o tenor espanhol à imprensa após o término do show de pouco mais de uma hora de duração.

Ao ser questionado pela imprensa sobre a falta da presidenta no evento, Cid contou que Dilma havia sido convidada desde o ano passado, quando já se cogitava inaugurar o equipamento com uma apresentação do tenor, tido como o preferido da presidenta. “Ela disse: 'ótimo, eu gosto muito dele'”, afirmou, reproduzindo o diálogo.

Saiba mais: Após um mês ‘nos bastidores’, Luizianne entra na campanha em Fortaleza

Ausências: Padrinhos políticos de peso têm ido pouco às ruas de Fortaleza

Meses depois, após a conclusão das negociações com o cantor serem concluídas, data e detalhes acertados, o governador cearense entregou pessoalmente o convite à presidenta. “Eu não posso dizer que não fiquei triste com a ausência dela. Eu esperava que ela viesse”, lamentou.

Dilma justificou a ausência por carta e tentou compensar enviando como representante a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. “Ela queria muito ter vindo, mas outros compromissos impediram. Ela fez questão que viéssemos para parabenizar o Ceará por essa conquista”, afirmou a ministra.

Querela

Uma das possíveis razões da ausência de Dilma ao evento de inauguração seria a disputa travada em Fortaleza por conta das eleições municipais . A prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT) e Cid Gomes romperam a aliança e ambos lançaram candidatura própria à prefeitura da capital.

Saiba mais:  Ex-prefeita de Fortaleza e 1ª mulher eleita na capital lidera boicote ao voto

Investimento

O show custou R$ 3,3 milhões aos cofres do Estado e foi limitado a uma plateia de 3 mil convidados formada por empresários, políticos e jornalistas. O governador do Ceará argumentou que a apresentação para o público restrito é uma forma de publicidade mais barata e eficaz do que propaganda em meios de comunicação.

O Centro de Eventos do Ceará tem 152 mil metros quadrados, dois andares e 3,2 mil vagas para veículos. A obra custou, ao todo, mais de R$ 580 milhões. Desse montante, R$ 150 milhões foram financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 63 milhões saíram do Ministério do Turismo. O restante é do tesouro do Estado.

Um novo evento inaugural será realizado no fim de semana, dessa vez aberto ao público e com música popular. A banda Paralamas do Sucesso, o rapper MB Bill e a cantora baiana Daniela Mercury são algumas das atrações que irão animar a noite.

    Leia tudo sobre: plácido domingodilma rousseffcid gomesfortalezaceará

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG